A cápsula espacial CST-100 Starliner da Boeing deu um importantíssimo passo que a colocou mais próxima para o teste de voo orbital.

A cápsula espacial CST-100 Starliner, que será lançada em direção à Estação Espacial Internacional como parte do teste de voo orbital da empresa para o Programa de Tripulação Comercial da NASA (Commercial Crew Program – CCP), deu um passo significativo em direção ao lançamento.

A Starliner saiu da Estação Comercial de Tripulação e Processamento de Cargas da Boeing no Centro Espacial Kennedy da NASA, na Flórida, em 21 de novembro, fazendo a jornada em um veículo de transporte para o Space Launch Complex 41 na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral.

Isso é fundamental para o nosso futuro como nação“, disse o diretor do centro Kennedy, Bob Cabana. “Temos que fazer com que os astronautas voem em foguetes norte-americanos a partir de solo norte-americano, e este é apenas um grande passo à frente“.

Na plataforma, a Starliner foi içada até o topo de um foguete Atlas V da United Launch Alliance que levará a nave da Boeing até a Estação Espacial Internacional.

Os astronautas da NASA Mike Fincke e Nicole Mann e o astronauta da Boeing Chris Ferguson estiveram presentes ao evento.

Este é o início de uma nova Era“, disse Ferguson. “Para todos vocês jovens que vieram aqui cedo para assistir, estou feliz que você fez parte disso. Isso é realmente importante, porque este também é o seu futuro.

Estamos ansiosos pelo dia em que lançaremos pessoas regularmente“, disse Fincke.

A decolagem do voo – sem tripulação – está programado para o dia 17 de dezembro. O teste real fornecerá dados valiosos sobre o desempenho de ponta a ponta do foguete Atlas V, da cápsula Starliner e dos sistemas em solo, além de operações em órbita, ancoragem e aterrissagem. Os dados serão usados como parte do processo da NASA de certificar o sistema de transporte de tripulação da Boeing para transportar astronautas ao Espaço.

A NASA está trabalhando em parceria com a Boeing e a SpaceX para lançar astronautas em foguetes e naves espaciais norte-americanas a partir do território dos EUA. A última vez que uma nave dos EUA partiu do EUA com tripulação norte-americana foi em 2011.


Com informações da NASA

Anúncios