O foguete russo que transportava uma nova tripulação russo-americana para a Estação Espacial Internacional falhou durante a subida.

O incidente foi na quinta-feira (11). O comandante acionou o comando para abortar a missão e a cápsula espacial Soyuz retornou à Terra numa reentrada balística, disseram autoridades da NASA.

A Agência Espacial norte-americana confirmou que a tripulação está em “boas condições”.

O foguete Soyuz e sua cápsula espacial Soyuz MS-10 decolaram do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão com o astronauta da NASA Nick Hague e o cosmonauta Aleksey Ovchinin a bordo. Os dois deveriam se juntar à tripulação de três pessoas da Expedição 57 já a bordo da Estação Espacial Internacional.

A NASA não forneceu muitos detalhes sobre a falha, mas confirmou em um tweet que havia um problema com a separação do foguete.


FONTE: Space.com

8 COMENTÁRIOS

  1. Fosse americano teria fritado todo mundo…mas como é sucata soviética ocorre a ejeção…interessante…

  2. Se fosse num lançamento com um ônibus espacial os astronautas não teriam sobrevivido.

    • É por isso que a Orion possui modo de abortagem para ir a Marte, infelizmente não veremos os russos lá e será impossível saber qual o melhor.

    • Verdade. Por esse ponto de vista de seguranca o Space Shuttle foi um retrocesso com relacao ao sistema Saturno V – Apollo, que possuia o sistema de ejecao da capsula tripulada. Mas depois de perder 2 naves, os americanos deram o braco a torcer e estao desenvolvendo suas capsulas novamente (NASA com a Orion e particulares da Boeing e Space X).

    • O Shuttle possuía sim um modo de escape, onde seria desconectado em voo (mas havia um mínimo de altitude necessária), sendo seu pouso previsto para uma pista em Tenerife, na Espanha. A manobra somente foi replicada em simulador, pois a NASA não conseguiu fundos nem pilotos para testar a manobra em modo real.

      • bacana! é verdade, agora lembrei que li sobre isso na coleção de fasciculos "Como Funciona?" nos tempos pre hist….pre internet

Comments are closed.