Concepção artística do X-37B em órbita (Imagem: mashedpotatobulletin)

O drone robótico está realizando tarefas secretas durante o quinto voo do programa.

A missão atual – conhecida como Orbital Test Vehicle 5 (OTV-5) – entrou em órbita terrestre no dia 7 de setembro de 2017, após chegar ao Espaço no topo de um foguete Falcon 9 da SpaceX.

As missões X-37B são realizadas sob ordens do Escritório de Capacidades Rápidas (Air Force Rapid Capabilities Office) da Força Aérea e o controle de missão dos voos OTV é feito pelo 3º Esquadrão de Experimentação Espacial (3rd Space Experimentation Squadron) da Base Aérea de Schriever, no Colorado, EUA. Este esquadrão supervisiona as operações do Veículo de Teste Orbital X-37B.

Esta unidade da Base da Força Aérea de Schriever é a principal organização do Comando Espacial da Força Aérea dos EUA para demonstrações (das capacidades) espaciais, testes experimentais, coleta de informações sobre objetos acima da Terra e realizando outras tarefas de coleta de inteligência.

E isso pode ser um sinal do que a nave robótica está fazendo.

Cada missão X-37B/OTV estabeleceu um novo recorde de duração de voo para o programa.

OTV-1 começou em 22 de abril de 2010 e concluiu em 3 de dezembro de 2010, após 224 dias em órbita.

OTV-2 teve início em 5 de março de 2011 e foi concluído em 16 de junho de 2012, após 468 dias em órbita.

OTV-3 teve quase 675 dias em órbita antes de finalmente pousar em 17 de outubro de 2014.

OTV-4 realizou experimentos em órbita por 718 dias. A naveta decolou em

maio de 2015 e pousou em maio de 2017.

Oficiais da Força Aérea não divulgaram muito sobre a missão atual. Mas eles revelaram que uma carga útil voando no OTV-5 está testando uma eletrônica experimental e um sistema de refrigeração para períodos de longa duração no ambiente espacial. Quando o avião espacial irá retornar ainda é uma incógnita.

A missão X-37B anterior aterrissou no Shuttle Landing Facility do KSC no dia 7 de maio de 2017, marcando uma novidade para o programa. Todas as missões anteriores haviam terminado com um pouso no asfalto da Base Aérea de Vandenberg, na Califórnia.

Acredita-se que a USAF pretende lançar a sexta missão X-37B (OTV-6) ainda ano a bordo de um foguete Atlas Launch Alliance (501) da United Launch Alliance. A decolagem seria de Cabo Canaveral-41.

O programa X-37B consiste em dois veículos reutilizáveis conhecidos, ambos construídos pela Boeing.

Parecendo uma versão em miniatura do Ônibus Espacial da NASA, o avião espacial militar tem 8,8 metros de comprimento e 2,9 m de altura, com uma envergadura de quase 4,6 m.

O X-37B possui um compartimento de carga de 2,1 m por 1,2 m que pode ser equipado com um braço robótico. Cada X-37B tem um peso de lançamento de  4.990 kg e é alimentado em órbita por células de energia.

Antes do lançamento do OTV-5, Randy Walden, diretor do Escritório de Capacidades Rápidas da Força Aérea, disse que houve muitos primeiros nesta missão, tornando-se um marco para o programa. “É nosso objetivo continuar avançando o X-37B/OTV para que ele possa atender mais plenamente a crescente comunidade espacial“, disse Walden.

A quinta missão OTV foi lançada em uma órbita de maior inclinação do que as missões anteriores, para expandir ainda mais o envelope orbital do X-37B.

Ted Molczan, analista de satélites, disse que o OTV-5 começou em setembro de 2018 em uma órbita de cerca de 391 km de altura, com inclinação de 54,5 graus para o equador. Sua trajetória [mapeando os mesmos lugares em terra] se repetia a cada três dias, após 46 voltas.

Parece que ainda está aproximadamente nessa órbita quando foi observado pela última vez, em 26 de janeiro, por Alberto Rango, de Roma, Itália.

Faixas de terra repetidas são muito comuns, disse Molczan, especialmente para espaçonaves que observam a Terra. “Eu não sei por que a OTV está repetindo faixas terrestres“, disse ele.


FONTE: Space.com

2 COMENTÁRIOS

  1. Star Wars – Episódio XVII – Donald Trump se alia ao Império para o domínio da galáxia.

  2. O que esse troço está fazendo lá encima deve estar deixando os Chineses, Russos e Norte Coreanos de cabelo em pé.

Comments are closed.