A Espanha decidiu adquirir 23 helicópteros NH90 adicionais.

A Espanha assinou um contrato com a NH Industries para adquirir 23 helicópteros NH90, incluíndo sete na versão naval. O acordo está avaliado em US$ 1,7 bilhão.

O governo espanhol decidiu em setembro, em reunião do Conselho de Ministros, alocar um orçamento de 1,5 bilhão de euros (US$ 1,7 bilhão) para a compra de 23 novos NH90s (dez para o Exército, seis para a Força Aérea e sete para a Marinha). A aquisição custará à Espanha, 1,38 bilhão de euros (US$ 1,6 bilhão) (sem IVA), informou o LA Tribune na última sexta-feira.

A Espanha planejou em 2006 adquirir 45 helicópteros NH90. Devido a restrições orçamentárias na época, o país comprou apenas 22 helicópteros na versão TTH (Tactical Transport Helicóptero). Os helicópteros NH90 TTH substituirão os existentes Super Puma (AS332) do Exército e da Força Aérea, enquanto a frota naval de helicópteros Sikorsky S-60 Seahawk, usada para missões de transporte tático, será substituída agora pelos NH90 NFH (NATO Frigate Helicopter).

Em setembro deste ano, a Espanha também decidiu atualizar seus helicópteros CH-47D Chinook, dos EUA, por 819 milhões de euros, com entregas previstas entre 2021 e 2025.

O ano de 2018 ficou marcado pelo retorno do NH90 no mercado comercial com duas grandes encomendas: Qatar (28 NH90) e Espanha. Fazia anos que o NH90 não era exportado. A Nova Zelândia em 2007 e a Bélgica em 2008 foram os últimos países a adquirir esses dispositivos. Um total de 543 NH90s foram encomendados por clientes pelo mundo.

O consórcio NHIndustries (NHI) é formado pela Airbus Helicopters (62,5%), Leonardo (32%) e o grupo holandês Fokker (5,5%).

2 COMENTÁRIOS

  1. esse seriam uma boa aquisição para marinha em vez de atualizar os Lynx. só que a crise fiscal do pt não permitem isso.

Comments are closed.