Jatos Alphajets da Força Aérea Portuguesa durante demonstração em voo no show aéreo que comemorou os 65 anos da FAP, em Castelo Branco. (Foto: Filipe Barros / Cavok)

A Força Aérea Portuguesa (FAP) comemora este ano o seu 65º aniversário, e um belo show aéreo foi realizado no dia 2 de julho na cidade de Castelo Branco com o tema “65 Anos a Servir Portugal e os Portugueses”. O Festival Aéreo organizado pela FAP permitiu que os moradores do interior de Portugal tivessem a oportunidade de ver de perto os meios e homens que zelam pelo espaço aéreo português. Um dos destaques ficou por conta do KC-390 da Embraer, que fez uma aparição mais que especial em solo português.

Aeronaves da Força Aérea Portuguesa fizeram demonstrações em voo que empolgaram o público presente. (Fotos: Filipe Barros / Cavok)

A população compareceu em peso, com o público vindo de várias regiões do país, marcando com sucesso o Festival Aéreo que contou inclusive com participantes de outros países, como a Espanha.

Ao longo do dia, várias aeronaves estiveram de portas abertas à população permitindo uma visita rara ao interior dos aviões. Entre eles um C-130 da Esquadra Bisontes, treinadores Epsilon TB-30 e Chipmunk e um CASA C-295M da Esquadra “Elefantes”, este ultimo que também proporcionou demonstrações em voo.

O KC-390 da Embraer, com as cores da Força Aérea Brasileira, foi um dos maiores destaques do show aéreo. (Fotos: Filipe Barros / Cavok)

Na parte do show aéreo, dois grandes momentos merecem destaque. O primeiro a exibição fabulosa do KC-390 com as cores da Força Aérea Brasileira, visão rara até então para Portugal, mas que em breve deverá fazer parte da frota da Força Aérea Portuguesa, já que o país selecionou o novo avião de transporte da Embraer para substituir suas aeronaves C-130.

Além de ter presenteado todos os presentes com uma interessante exibição, realizando todos tipos de manobras, ainda presenteou a população com a oportunidade de olhar ele de perto durante a exposição estática. Após a sua exibição em voo, ele pousou no Aeródromo de Castelo Branco onde permaneceu até ao Final do Festival Aéreo.

Jatos Alphajets da Esquadra “Caracóis”. (Fotos: Filipe Barros / Cavok)

Outro momento especial e de nota foi a exibição feita por dois jatos Alphajets da Esquadra “Caracóis”. Embora não seja oficialmente o esquadrão de demonstração da FAP, pois a patrulha de exibição Asas de Portugal acabou a uns anos, por alguns minutos foi como se Portugal tivesse um novo esquadrão de demonstração na ativa. As manobras internacionalmente conhecidas dos Asas foram quase todas executadas, com a sincronia e mestria que lhes era reconhecida.

Esta demonstração também será algo que dificilmente será vista em breve, já que os jatos Alphajets tem previsão para deixarem de operar em breve, em 2018.

Aeronaves CASA C-101 da Patrulla Aguilla, da Força Aérea Espanhola. (Fotos: Filipe Barros / Cavok)

Além do Brasil, a Espanha foi outra nação que levou aeronaves para demonstração em Portugal. A equipe de demonstração Patrulha Aguila, com uma exibição sempre impressionante, não decepcionou os fãs de aviação, com as sete aeronaves a jato CASA C-101.

Houveram ainda exibições de paraquedismo e passagens das aeronaves Epsilon TB-30, Chipmunk, C-130H, C-295M, P-3C Orion, os caças F-16M e os helicópteros Alouette III.

11695322_1095175293845390_3912513510112876484_nFilipe Barros,  colaborador do Cavok, reside na Cidade de Maia, em Portugal, de onde acompanha os shows aéreos no velho continente, possui suas fotos publicadas no Facebook, Flickr e no site AirFighters.

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.