A Esquadrilha da Fumaça, com suas aeronaves Super Tucano, farão seis demonstrações no Sul do Brasil, incluindo nas Base Aéreas de Santa Maria e Canoas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

Seis cidades dos estados do Sul do país já podem se preparar para receber as manobras da Esquadrilha da Fumaça. Municípios dos três estados sulistas vão receber as 50 acrobacias aéreas da Fumaça, que animarão o público por cerca de 35 minutos. O circuito de demonstrações aéreas acontece de 7 a 15 de outubro. Confirma a seguir o calendário.

Estarão envolvidos na missão 36 militares, 8 aeronaves A-29 Super Tucano e aviões de apoio que transportarão a equipe e o material necessário à atividade.

As cidades que vão receber as demonstrações aéreas são:

07/10 – sábado – Chapecó (SC)
08/10 – domingo – Santa Maria (RS) – Ala 4 (BASM)
12/10 – quinta-feira – Canoas (RS) – Ala 3 (BACO)
13/10 – sexta-feira – Carlos Barbosa (RS)
14/10 – sábado – Florianópolis (SC) – (BAFL)
15/10 – domingo – Curitiba (PR) – Aeroporto de Bacacheri – Aeroclube do Paraná

Com a missão de realizar demonstrações aéreas a fim de difundir, em âmbito nacional e internacional, a imagem institucional da Força Aérea Brasileira (FAB), a Esquadrilha da Fumaça é formada, hoje, por cerca de 70 militares. Com mais de 3.770 demonstrações realizadas no Brasil e em 21 países, a Fumaça representa para milhares de pessoas a oportunidade de estabelecer contato, de maneira emocionante, com a Força Aérea Brasileira.

Na sua história, já foram utilizadas cinco tipos de aeronaves. Atualmente, a Fumaça utiliza o A-29 Super Tucano, avião fabricado pela empresa brasileira EMBRAER, um modelo de aeronave responsável pela garantia da segurança nas fronteiras do país.


Fonte: EDA

3 COMENTÁRIOS

  1. É só levar a criançada. Na BACO é bom levar 1kg de alimento não perecível dia 12 de Outubro.

  2. Três cidades gaúchas e somente uma paranaense injustiça isso.

    • Moro no Paraná tinha planos de assistir a apresentação em Chapecó -SC, mas com o clima nublado e chuvoso como está provavelmente cancelarão.

      No entanto não acho injustiça o que você disse. O EDA faz suas apresentações onde é convidado e tenha estrutura para tal, dentro das possibilidades de sua agenda. Não é culpa deles se somente Curitiba fez o convite e apresentou estrutura suficiente para a apresentação.

Comments are closed.