A Austrália recebeu luz verde para adquirir os mísseis anti-navio de longo alcance. (Imagem ilustrativa)

O Departamento de Estado dos EUA aprovou a possível venda de 200 mísseis anti-navio AGM-158C Long Range Anti-Ship Missile (LRASM) para a Austrália por um custo estimado em US$ 990 milhões, anunciou a Agência de Cooperação em Segurança de Defesa (DSCA) dos EUA na semana passada.

A possível venda aprovada também inclui até 11 variantes inertes de telemetria ATM-158C, mísseis de treinamento CATM-158C, containers e suporte técnico e logístico.

A Austrália pretende usar os mísseis em suas aeronaves F-18 e fornecerá recursos aprimorados na defesa de rotas marítimas críticas. A venda proposta dos mísseis e apoio aumentará o potencial de parceria marítima da Marinha Australiana e alinhará suas capacidades com as linhas de base regionais existentes,” disse a DSCA em um comunicado.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Com a marinha chinesa chegando cada vez mais perto os australianos lembraram das lições das malvinas 1982 e sabem que se quiser parar marinha chinesa so por meio de saturação contra o inimigo cada vez mais numeroso.

    200 desses mísseis se tiver uma taxa de acerto de 20% ou 25%(o que é um número considerável devido as defesas de navios atuais) ja leva a pique qualquer marinha do mundo.