McDonnell Douglas F-15E Strike Eagle, Foto - Ralph Duenas
McDonnell Douglas F-15E Strike Eagle – USAF / © Ralph Duenas, em caráter ilustrativo

Os EUA rejeitaram nesta sexta-feira (20) uma proposta russa de realizar ataques aéreos conjuntos contra os jihadistas a partir da próxima semana na Síria, onde os dois países realizam bombardeios separadamente.

“Não colaboramos ou coordenamos com os russos nenhuma operação na Síria”, disse a jornalistas um porta-voz do Pentágono, Jeff Davis.

Mais cedo, a Rússia propôs aos Estados Unidos e à coalizão internacional liderada por Washington a realização de bombardeios conjuntos a partir de 25 de maio contra “grupos terroristas” ativos na Síria, segundo anunciou o ministro russo da Defesa, Serguei Shoigu.

“Propomos aos Estados Unidos (…) que as forças aéreas russas e a aviação da coalizão dirigida pelos Estados Unidos comecem a partir de 25 de maio a planejar e realizar bombardeios conjuntamente” contra grupos terroristas, como a Frente al-Nosra, braço sírio da Al-Qaeda, declarou o ministro em uma reunião em Moscou, transmitida ao vivo pela televisão pública.

Trata-se de agir também contra os grupos armados ilegais que não apoiam o cessar-fogo instaurado na Síria desde 27 de fevereiro, assim como os grupos armados e as “caravanas que transportam armas e munições que cruzam ilegalmente a fronteira turco-síria”, acrescentou o ministro.

A Rússia e os Estados Unidos se comprometeram no início de maio a redobrar esforços para alcançar uma solução política ao conflito sírio, que em cinco anos deixou mais de 270.000 mortos.

An F-15E Strike Eagle from the 391st Expeditionary Fighter Squadron at Bagram Air Base, Afghanistan, launches heat decoys Dec. 15 during a close-air-support mission over Afghanistan. (U.S. Air Force photo/Staff Sgt. Aaron Allmon)
McDonnell Douglas F-15E Strike Eagle – USAF / © Aaron Allmon, em caráter ilustrativo

divider 1

FONTE: G1

EDIÇÃO: Cavok

2 COMENTÁRIOS

  1. Creio que seria muito interessante uma coalizão Russo-americana ou Americano-russa. Ganharia o mundo livre, seria uma 'paulada na moleira' dos terroristas. Bela a segunda foto do post, deixou o Strike Eagle 'animal'.

Comments are closed.