Os militares norte americanos vão desdobrar seus caças furtivos F-22 Raptor para o norte da Austrália no próximo ano, revelou o comandante do Comando do Pacífico dos EUA, almirante Harry Harris, apontando a necessidade de deter a agressão na região.

Durante uma visita a Sydney nesta quarta-feira, o almirante Harry Harris, prometeu que os EUA vão continuar atuando na região, dizendo que seus “interesses duradouros mudariam em 20 de janeiro“. Dia Donald Trump se tornará presidente dos EUA.

O almirante Harris revelou que assinou um acordo para que a Austrália abrigasse militares ativos dos EUA, incluindo os caças F-22 Raptor, que são temidos e reverenciados como os melhores caças do planeta.

Os analistas estratégicos vêem o norte da Austrália como território vital, porque é maioritariamente fora do alcance dos mísseis balísticos da China e está no ponto dos oceanos Pacífico e Índico.

Euan Graham, diretor de segurança internacional do Instituto Lowy, descreveu a presença dos F-22 como “uma sinalização coercitiva de alto nível para a China

O Almirante Harris disse que os EUA e a Austrália “estavam explorando uma maior integração de caças de quinta geração na Austrália“. O F-22A Raptor e o F-35A Lightining II combinam a capacidade furtiva a radares com poderosos sensores e fusão de informação.


Fonte: The Sidney Morning Herald

Anúncios

15 COMENTÁRIOS

  1. Para os fãs, uma maravilha. Para os "inimigos" não sei se tal medida surte tanto efeito… mas enfim.

  2. Colegas, considero com a minha humilde visão os dois melhores caças da atualidade o F-22 e o F-35. Sei que muitos irão discordar mais tudo bem, sei que estes caças tenham talvez finalidades diferentes, mas existe um comparativo que possamos fazer com estes dois pássaros ? Abraços.

    • Com carga externa o F-35 pode levar 12 AIM-120 mais 2 AIM-9X, o F-22 14 Aim-120 mais 2 AIM-9X.

    • Comparar o F-22 com o F-35, é a mesma coisa que comparar F-15 com F-16. São caças com funções e filosofias diferentes. O F-22, assim como o F-15, é feito para superioridade aérea, e o F-35, assim como o F-16 é feito para multimissão.

      • Mas como o número de F-22 foi reduzido a USAF diz que utilizará o F-35 em missões que seriam do Raptor. Nessa circunstância não me parece imprópria a comparação.

        Na marinha ele vai fazer o papel de F-14!!!, daria para comparar os aviões quando executarem o mesmo tipo de missão. Dá para debater "qual o melhor" dentro de certos limites.

        • Vamos por pontos.

          Veja quantos F-15C a USAF possui em ativos, depois veja quantos F-22 estão ativos, a diferença é bem baixa.

          Digo isso pela mania das pessoas de dizer que existem 600 F-15s na USAF. Existem quase 400 F-15E, e pouco mais de 200 caças F-15C. Por mais que ambos sejam F-15s, não fazem a mesma missão. O F-22 foi feito para substituir o F-15C, e o substituto do F-15E seria o cancelado FB-22.

          O F-15E e F-15C são bem diferentes em termos de conceitos, os pilotos de F-15E tem um treinamento bem diferente de quem treina no F-15E.

          E quem disse que o F-35C vai fazer a missão do F-14? O F-35C está substituindo o F/A-18C/D, não há ainda nenhum substituto para o F-14.

          Tenha uma coisa em mente, na época do F-14, uma das missões do Hornet também era defesa de frota, pois é um caça multi-missão e podia fazer tal coisa, mas seu desempenho com um simples APG-73 e AIM-120C seria horrível comparado ao F-14. Isso sem contar fatores como velocidade, que era muito menor que do Tomcat.

          • Ufric

            Quem vai atirar nos bombardeiros russos antes que eles atirem é o F-35.
            Era o que o F-14 fazia.
            Não poderíamos discutir qual faz melhor, mesmo entendendo que são projetos totalmente diferentes?

            O AIM-120 D é 35 anos melhor que o phoenix, o F-35 pode levar doze se necessário, mais os SM-6…
            É um fleet defender muito melhor mesmo sendo de ataque e lento.

            Não discordo do que você diz sobre o F-15, mas já teve comandantes do USAF dizendo que: Com menos F-22 uma parte da defesa ficaria para o F-35.

            Digo, isso como exemplos. De foram hipotética.
            Não que eu pretende levantar essas questões no post sobre o F-22.

            • JPC, quem está falando que o F-35 não faria o trabalho como defensor de frota melhor que o F-14? Se não fizesse, seria muito estranho.

              Mas isso não significa que o F-35 está tomando a função do F-14, você ainda não me respondeu quem disse isso. O Super Hornet e Hornet atuais também são responsáveis por defesa de frota, mas não estão tomando a missão do F-14, por é um perfil de missão bem diferente.

              O F-35 está substituindo o Hornet, não o F-14. O prometido substituto do F-14 pode ser o F/A-XX, mas por enquanto não há nenhum.

              Resumindo, o caça que de fato deve tomar a função de defensor de frota é o F/A-XX, que vai substituir o SH. Deve ser rápido e focado em interceptação e superioridade aérea, assim como o F-14 era, assim como o F-22 na USAF é.

              Sobre os generais da USAF, o que eles estão dizendo é simples. O F-35A vai assumir missões de superioridade aérea, assim como os F-16 já tomaram o lugar dos F-15C várias vezes.

              • Sim Ufric, não quis dizer substituto de maneira formal. O que eu quis dizer é o mesmo que esses generais aí.

  3. Dupla temida e imbatível é Forever Five's e AMX-1 armados com Misseis Piranha XX… #SQN

  4. Eu gostaria muito de ver esse caça sendo produzido de novo e sendo vendido para os países que formalmente demonstraram interesse no F-22, como Austrália, Japão e Israel. Será que o Uncle Trump faz esse sonho acontecer? 🙂

  5. a frota de F-22 só tem 181 para o TO europeu, Ásia/ Pacifíco e oriente média. A ideia de dispersar pelo Pacifico a frota de lá ideal contra arsenal nuclear da China e Rússia, Tem no alaska, Havaí , Okinawa e agora lá. devem ser da Base de Nellis

Comments are closed.