As três aeronaves Embraer Super Tucano destinadas para Força Aérea de Burkina Faso, durante escala técnica em Recife. (Foto: Wagner Damasio / Cavok)

No Dia 7 de Setembro, Independência do Brasil, três aeronaves Embraer EMB-314 Super Tucanos fizeram uma escala técnica no Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife, durante o voo de translado dessas para Burkina Faso, com escala em Fernando de Noronha e Dakar. Nosso colaborador Wagner Damásio, com exclusividade, fotografou as três aeronaves no solo, com a pintura definitiva, mas ainda com as matrículas brasileiras XT-MEA, XT-MEB e XT-MEC. Acompanha o voo um C-130 Hercules da FAB.

A aeronave EMB-314 Super Tucano (ainda com o prefixo brasileiro XT-MEA) durante escala em Recife, antes de prosseguir para Burkina Faso, na África. (Foto: Wagner Damasio / Cavok)

A pintura não é novidade, já que uma das aeronaves que será destinada para o país africano, foi vista numa matéria divulgada aqui no Cavok, quando a aeronave estava em demonstração nos EUA.

A Força Aérea de Burkina Faso é composta basicamente de helicópteros e poucas aeronaves, tendo somente um jato MiG-17, que possivelmente não está em condições de voo. Das 19 unidades, 15 são helicópteros, mas as aeronaves de asas fixas possivelmente estão todas fora de operação.

31 COMENTÁRIOS

  1. Não sei se alguns dos colegas repararam, mas se observarmos bem as fotos é possível notar a falta das .50 normalmente embutidas nas asas!

    • devem ter tirado pra reduzir o peso, e depois levam ela por via aérea normal…

    • percebi a mesma coisa………….bem lembrado….aonde estao ?????

      Sds

  2. lembram a Embraer chegou a vender o xavante para outro pais africano o Togo foram três vendidos e pos-teriomente foram encomendados mais três de mostrando a qualidade da aeronave Brasilleira logicamente esse produto excepcional que o super tucano não poderia ficar de fora agora resta saber se realmente são apenas essas três unidades ou se foram adquiridas mais por Burkina Faso acredito que serão mais pois um numero operacional deve ser entorno de seis tbm seria nescessario saber se os pilotos daquela força aérea vão realizar algum treinamento aqui no Brasil que e o maior operador da aeronave deveria saber se tbm ouve a comprar de armamento nacional para armar aeronave tais como o MAA-01 ou ate a bomba da britanite

Comments are closed.