Helicóptero AH-64 Apache do Exército dos EUA armado com os novos mísseis AGM-179 JAGM.

O Exército dos EUA conduziu o lançamento de seu AGM-179 Joint Air to Ground Missile (JAGM) a partir de um helicóptero de ataque AH-64E Apache durante testes operacionais na Base Aérea de Eglin, ao longo das costas da Costa do Golfo da Flórida.

O teste operacional foi conduzido por soldados da Brigada de Cavalaria Aérea de Fort Hood, Texas. Antes de viajar para a Flórida, o 1º Batalhão, 227º Batalhão de Reconhecimento Aéreo, da 1º Brigada de Cavalaria Aérea e 1º Divisão de Cavalaria, também realizou o primeiro teste de transporte do míssil cativo inerte JAGM em Fort Hood, Texas.

A Diretoria de Testes de Aviação (AVTD) do Comando de Testes Operacionais do Exército dos EUA (USAOTC), com base em Fort Hood, criou cenários de ataque terrestre e marítimo para avaliar a capacidade do míssil JAGM em um ambiente de teste operacional.

O JAGM é um programa militar dos EUA para desenvolver um míssil ar-terra (ASM) para substituir os atuais mísseis lançados no ar BGM-71 TOW, AGM-114 Hellfire e AGM-65 Maverick. O Exército, Marinha e Corpo de Fuzileiros dos EUA planejam comprar milhares de JAGMs.

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. Tem quase as mesmas dimensões de um Hellfire. é de se esperar que a grande melhoria seja na eletrônica.

    • O projeto JAGM aproveita tudo do Hellfire, motor, ogiva, carcaça e atuadores, e muda apenas o seeker, que no Hellfire é por laser semi-ativo ou radar milimétrico (só versão Longbow, pros Apaches), e no JAGM é de laser e radar milimétrico na versão inicial. No futuro podem integrar também capacidade de priorização de alvos por identificação por imagem e guiamento GPS que foram retiradas do programa por corte no orçamento.

      Não é bem uma melhoria de precisão mas sim de disponibilidade, já que tempestades, ângulos agudos e necessidade de linha de visão limitam o uso do TOW, Hellfire e do Maverick, principalmente em se tratando de UAVs.

  2. Tudo exposto com fotos, videos, explicações.
    Aí vem os russos divulgando um video de um novo "hiper mega phodástico" míssil ar terra com alcance interplanetário com aquele repórter espetaculoso espalhafatoso, onde a imagem do míssil aparece borrada para não revelar seu aspecto "ultra secreto" imitando o Hell Fire…

    • Hellfirisnk secreto, ninguém merece.

      Não tem foto, não tem vídeo, mas é o melhor míssil terra-ar super mega hiper da história.

    • Embora a propaganda russa ufanista seja realmente exagerada, pode ser que a configuração do seeker deles seja realmente única e justifique o segredo. Com certeza a mudança russa é no seeker, e com certeza é um upgrade de multi modos no seeker, então a configuração pode dizer muito de sua capacidade (e vulnerabilidades) e isso justificaria borrar. Por exemplo, há rumores que os chineses estão estudando sensores infravermelho no formato de periscópio (deve ficar uma barriguinha no míssil), tem suas vantagens e desvantagens.

Comments are closed.