140425-F-IO684-497De acordo com um comunicado da Real Força Aérea da Malásia, a USAF enviará o Raptor para participar do exercício Cope Taufan.

Cerca de 1.000 oficiais e soldados da Real Força Aérea da Malásia (Royal Malaysian Air Force – RMAF) e da Força Aérea dos EUA (USAF) estarão envolvidos em um exercício a partir do dia 6 até o dia 20 de junho.

O Ministério da Defesa disse em um comunicado que o exercício conjunto visa otimizar a utilização de recursos e envolve três bases aéreas – Butterworth, Subang e Kuantan.

“O objetivo do exercício é melhorar a compreensão dos participantes com os procedimentos estabelecidos para garantir que a operação aérea seja realizada de forma segura, eficiente e eficaz.”

“Também visa proporcionar oportunidades de formação em Táticas de Combate Dissimilar ar (DACT) e combinar operações aéreas”, disse o comunicado.

O maior exercício do RMAF este ano também vai envolver o uso de vários recursos, tais como aviões de caça, helicópteros e aviões de carga.

A RMAF enviará o Sukhoi Su-30 MKM, F/A-18D Hornet, Hawk, MIG-29N, helicópteros e aeronaves de carga C-130H enquanto a USAF enviará caças F-22 Raptor e aviões C-17.

Segundo o comunicado, o exercício envolverá a utilização do espaço aéreo da Malásia e do Estreito de Malaca.

FONTE: bernama.com.my – Tradução e edição: CAVOK

IMAGEM: USAF

NOTA DO EDITOR: Em exercícios de muito maior vulto os EUA não mandaram o F-22, que necessita de um amplo apoio em solo, por quê enviar num exercício relativamente simples? Aguardemos as imagens…se houverem.

102 COMENTÁRIOS

  1. Ola _RR_

    Mais uma vez uma resposta educada… discordando mas respeitando a opinião dos amigos…

    Penso que a Usaf só percebeu a inviabilidade do programa F22 em estágio avançado… mesmo após terem construído 180 exemplares… os operaram de modo muito tímido em relação a seu potencial… isto é consequência de seu altíssimo custo e complexidade operacional…

    O F22 tem características únicas… é "pelo menos em teoria" o único 5G disponível para batalha…

    Mas como disse o Chico, foram implementadas nele tecnologias que ainda não estavam maduras o suficiente para uso em grande escala operacional e industrial…

    No final das contas, possuem um demonstrador de tecnologia excepcional, mas ninguém tem certeza de seu desempenho em combate… tanto pode arrebentar como decepcionar… e o pior é que suas vantagens vem sendo anuladas rapidamente dia a dia com o avanço das contra tecnologias…

    Abç.

  2. Isso que é imperialismo.
    Bem ou mal, são motivos de debates pra todos assuntos.
    Hehe.

Comments are closed.