O Esquadrão Adelphi será reativado com o F-39 Gripen.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, participou do XXXI Raduno dos Adelphis, encontro que reúne ex-integrantes do Esquadrão Adelphi (1º/16º GAV), onde falou sobre a reativação do esquadrão com os novos caças F-39 Gripen.

O evento, realizado na Ala 12 na sexta-feira (22/11), em Santa Cruz, no Rio de Janeiro (RJ), contou, ainda, com a presença do Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas.

“Para mim, este encontro com os militares que fizeram parte do 1º/16º GAv – Esquadrão Adelphi, aqui na Base Aérea de Santa Cruz, tem um significado bastante importante: manter viva a chama da nossa Unidade, que aguarda a sua reativação, na ALA 2 – Base Aérea de Anápolis, onde, juntamente com o 1º Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), terão incorporado às suas Unidades o F-39 Gripen”, lembrou o Tenente-Brigadeiro Bermudez.

Durante o evento, o Comandante da Aeronáutica, que já integrou o Adelphi, recebeu do ex-Comandante do Esquadrão Puma (3°/8° GAV), Tenente-Coronel Aviador Aislan Brum Cursi, a seta que simboliza a Aviação de Caça, esculpida em pedra de granito. A peça estava no auditório dos pilotos do Esquadrão Adelphi, hoje ocupado pelo 3º/8º GAV.

Cerca de 180 militares participaram do encontro, entre eles, o Brigadeiro Teomar Fonseca Quirico, o Adelphi 01. “O Raduno, que vem da palavra italiana Radunari, significa reunir-se. É o encontro de todo o efetivo do Esquadrão para que nós possamos sempre renovar nossos laços de amizade, de fraternidade e, acima de tudo, nosso compromisso assumido há 30 anos, quando iniciamos a implantação do [avião] AMX”, destacou.

Raduno

Encontro no Rio de Janeiro (RJ) reuniu ex-integrantes do Esquadrão Adelphi (1º/16º GAV). (Foto: SO Anderson Soares)

O Raduno é a reunião de todos os militares do Esquadrão Adelphi que foram responsáveis pela implantação da aeronave AMX A-1 na Força Aérea Brasileira (FAB), a primeira de navegação eletrônica e de sistema de navegação e ataque integrados. O Esquadrão Adelphi foi ativado em 7 de novembro de 1988, como Núcleo do Primeiro Esquadrão do Décimo Sexto Grupo de Aviação (1º/16º GAV), primeira Unidade Aérea da FAB a ser equipada com aviões de caça A-1, concebidos em parceria com a indústria nacional brasileira. Em 2013, o Esquadrão recebeu a versão modernizada denominada A-1M, que operou na Base Aérea de Santa Cuz, hoje Ala 12, até o final de 2016.


Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Adauto Fraga – Fotos: Soldado Anderson Soares / CECOMSAER

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Está chegando a hora de nossa FAB mostrar as garras do "Mito nórdico". Espero que tenhamos duas oportunidades a curto prazo:
    1) – Participar da RED FLAG.
    2) – Participar dos exercícios conjuntos com os demais operadores.

    Para curto prazo, penso que outros 36 aparelhos (todos ou um mínimo de 24 na versão biplace) serem contratados e fabricados aqui e na Suécia (para agilizar a entrega).

    CM