Avião da Força Aérea Brasileira operou a partir de Punta Arenas, no Chile.

A aeronave P-3AM Orion da Força Aérea Brasileira (FAB), operada pelo Esquadrão Orungan (1º/7º Grupo de Aviação), sediado na Ala 12, em Santa Cruz (RJ), realizou, desde quarta-feira (11/12), missões de busca ao avião C-130 Hércules da Força Aérea Chilena. A FAB liberou detalhes e imagens da operação.

As tripulações da FAB atuaram junto ao Centro Coordenador de Salvamento Punta Arenas, em uma área de 700X250 km, sobre o Mar de Drake.

O Capitão Aviador Kaê Miranda Silva, do efetivo do Esquadrão Orungan, envolvido nas buscas, falou sobre as missões realizadas. “O perfil dos voos era definido em conjunto com a equipe do Centro Coordenador”, descreveu.

O P-3AM operou a partir da Base Aérea Chabunco, em Punta Arenas, e realizou seis missões, contabilizando aproximadamente 46h de voo na área de busca, totalizando cerca de 62 horas de missão. Ao todo, 26 militares da FAB estiveram envolvidos nas atividades, entre tripulantes e pessoal de apoio de solo – cada missão envolveu 14 militares a bordo da aeronave. “A palavra busca SAR é mergulhar, profundamente, numa das missões mais nobres que o nosso Esquadrão realiza”, disse o Sargento Wesley Lemos Nascimento, Observador SAR.

Participaram da busca aeronaves e embarcações do Chile, Brasil, Argentina, Estados Unidos, Reino Unido e Uruguai, além de satélites chilenos e internacionais.

P-3AM Orion

A aeronave – um quadrimotor que utiliza diversos recursos eletrônicos – possui um dos mais modernos sistemas para identificação por radar e dispõe do mecanismo Forward Looking Infra-Red (FLIR), que complementa as informações dos tráfegos marítimos, fornecendo imagens nítidas e claras, mesmo no período noturno.


Fonte: Agência Força Aérea, por Aspirante Flávia Rocha – Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Felipe Bueno – Fotos: 1º/7º GAV / Capitão Kaê (Ala 12)

Anúncios