O atual vetor do Esquadrão Corsário, o C-767, a maior aeronave já operada pela FAB. (Foto: Cb. Feitosa / Agência Força Aérea)

O Esquadrão Corsário (2º/2º GT) celebrou, na quarta-feira (03/10), o seu 50º aniversário de criação. A cerimônia militar, realizada no pátio de formaturas da Ala 11, no Rio de Janeiro (RJ), foi presidida pelo Diretor de Administração do Pessoal da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Mauro Martins Machado, e contou com a presença do Tenente-Brigadeiro da Reserva Marco Aurélio Gonçalves Mendes.

A aeronave C-767 do Esquadrão Corsário foi usado recentemente para levar os imigrantes venezuelanos para outras regiões do Brasil. (Foto: Cb. Feitosa / Agência Força Aérea)

Atualmente, o Corsário opera o maior vetor já voado pela Força Aérea Brasileira (FAB), a aeronave C-767, participando ativamente do processo de interiorização dos imigrantes venezuelanos no Brasil.

O desfile militar teve todos os integrantes do Esquadrão presentes

O Comandante do Corsário, Tenente-Coronel Aviador Sérgio Heitor Carpinteiro Péres Junior, lembrou de missões em que o Esquadrão esteve envolvido anteriormente, como o apoio às vitimas de um tsunami na Tailândia, o resgate de brasileiros no conflito entre o Líbano e Israel e o transporte das tropas brasileiras no Haiti durante a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH). “Ergamos com orgulho o peito ao envergarmos as cores verde e amarelo de nossa bolacha e o azul do nosso cachecol, pois a Força Aérea e a própria nação sabem o quanto temos feito e, o quanto ainda faremos, em prol de uma moderna aviação de Transporte”, disse.

A aeronave C-767. (Foto: Cb. Feitosa / Agência Força Aérea)

Durante a solenidade, o Comandante da Ala 11, Brigadeiro do Ar Mozart de Oliveira Farias, fez a entrega das homenagens aos destaques profissionais de 2018, o Sargento Alexander José Abdo de Oliveira (Graduado Padrão) e o Soldado José Luiz Batista Gomes de Freitas (Praça Padrão). Ainda, ex-Comandantes do Esquadrão foram homenageados, recebendo uma lembrança do atual Comandante.


Fonte: Por Tenente Arthur Souza Rodrigues da Costa – Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Felipe Bueno

3 COMENTÁRIOS

  1. aniversários do esquadrão de transporte da ALA 11 sobrevivente da máfia pt /Dilma 171 Roussef. O 767 é alugado que o a modreia Rousseff , vai ser presa, cancelou o programa KX-C2 para ter 3 KC-767 e ter capacidade transoceânica.