Pampa 3 FAdeA 600x418 - FADEA assina contrato para fornecer 3 aeronaves Pampa III para Força Aérea Argentina
Aeronave Pampa III fabricada pela FADEA.

A Força Aérea da Argentina (FAA) assinou um contrato para a aquisição de um primeiro lote de 3 aeronaves de treinamento de nova geração IA-63 “Pampa III”. O contrato de US$ 30,3 milhões foi pago metade na assinatura e o saldo deve ser pago com as entregas.

pampa3 640x360 600x338 - FADEA assina contrato para fornecer 3 aeronaves Pampa III para Força Aérea Argentina

Apesar do atraso considerável, finalmente a aprovação do contrato permitirá que a FAdeA tenha os fundos necessários para continuar com a conclusão das três unidades de série do Pampa III que estão em diferentes estágios de montagem na fábrica.

Além das três aeronaves de treinamento, a fabricante da aeronave argentina FAdeA “Brig. San Martin ” também fornecerá o software Ground Plan Mission Planner Station, dois equipamentos móveis de planejamento de missão e de salvamento. A FADEA vem negociando com o ministério argentino da defesa argentino por cerca de um ano e revelou o contrato em dezembro, antes da sua ratificação em 23 de fevereiro.

O original IA-63 Pampa foi desenvolvido na década de 1980 com a assistência da Dornier. Em 2005, o cockpit foi atualizado para criar o Pampa II. A FAdeA informou sobre a Pampa III no Show de Paris de 2013 e tentou vender a aeronave no exterior como meio de recuperar o investimento da empresa no programa.

webdp wk9 pampa 600x295 - FADEA assina contrato para fornecer 3 aeronaves Pampa III para Força Aérea Argentina
Autoridades posam junto ao Pampa III logo após o primeiro voo em 2015.

A Fábrica Argentina de Aviones (FADEA) completou com sucesso o primeiro voo da nova versão de sua aeronave de treinamento IA-63 “Pampa III” em setembro de 2015. A nova versão do “Pampa” é alimentada por um motor mais poderoso, a saber, o Honeywell TFE731-40-2N com ??16,5 kN de empuxo. A FADEA trabalhou com a fabricante de equipamentos israelense Elbit Systems Ltd para o desenvolvimento da nova aviônica que inclui quatro telas (duas para cada piloto) multifunções de 12,5 x 17,5 cm, con o navegador / instrutor também possuindo uma unidade inercial da Honeywell associada a um GPS e um altímetro rádio e display de mapa digital. O avião também possui um novo computador de missão. Esta terceira geração da Pampa oferece dois tipos de assentos de ejeção, a saber: o Zvezda K36-L de origem russa ou o AEROFINA MK 10AR romeno, que é de fato um derivado do inglês Martin-Baker MK10L, pois como a Guerra das Falklands / Malvinas ainda está muito presentes, a FADEA precisou contornar o problema.

IA 63 Pampa III FADEA 609x480 600x473 - FADEA assina contrato para fornecer 3 aeronaves Pampa III para Força Aérea ArgentinaO contrato argentino é uma novidade bem-vinda para a FAdeA, que tem lutado para manter o programa devido aos atrasos na recepção de ordens do governo e enfrentou a ameaça de reorganização financeira. O contrato inicial para três aeronaves deverá ser seguido de compras adicionais pela Fuerza Aérea Argentina, que tem um requisito para 40. Se comprado, 18 deles devem ser treinadores Pampa III, enquanto os restantes 22 podem ser da versão de ataque leve Pampa GT, na qual a Argentina expressou algum interesse.

Esta nova versão Pampa GT pode transportar uma carga útil máxima de 1.500 kg, uma melhoria significativa em relação aos 1.160 kg das duas versões antigas do IA-63.

EX 04 desarmado 640x367 600x344 - FADEA assina contrato para fornecer 3 aeronaves Pampa III para Força Aérea ArgentinaA Fábrica de Aviões da Argentina (FADEA) estima poder vender entre 100 e 200 Pampa III na Argentina, mas também para exportação. A primeira unidade de produção foi lançada em Córdoba no dia 29 de junho do ano passado.

Anúncios

29 COMENTÁRIOS

  1. Com exceção da Argentina, se coloquem no lugar de um chefe de estado, porque eu compraria um Pampa III se posso comprar um ST, um AT6 ou qualquer outro do tipo, até um P51 (modernizado) kkk?

  2. "(FADAE) estima poder vender entre 100 e 200 PampaIII na Argentina" – Hahahahahhahahah

    • Rsrsrss essa foi boa. Só esqueceram que tem que pagar, se for doado é bancarrota na certa.

  3. Entre 100 e 200 Pampas só na Argentina ? Ta der brincadeira né , mesmo sendo estimativa.

    • Não terminaram nem três kkk e falam em 200!!! É por essas e outras que estão no poço. Mas a piada foi boa kkkk.

      • Argentino sendo arrogante. Sempre !!! …. e mesmo assim não aprendem.

        • Fato da vida kkk, mas os brasileiros não são muito diferentes também rsrs tem gente que acha que o Brasil é "putenfia nucleular", Infelizmente.

        • Eles agem como se tivessem conquistado as Malvinas/Falklands kkk.

    • Tem uma piada no Uruguai assim:
      Sabe como um argentino se suicida?
      Ele sobe em cima de seu próprio ego e se atira no chão.

  4. Comecem a vender esse bichinho no mercado civil… Ah, não: o motor (e tudo o mais) é impeditivo. 😀

    • Motor é um Honeywell TFE-731 usado pelos :
      CASA C-101
      Cessna Citation III
      Dassault Falcon 900
      Hawker 800
      Learjet 31
      AIDC AT-3
      Textron Scorpion

  5. Eita… Agora os Typhoons das Falklands que se cuidem! Kkk

    argentina (minúsculo mesmo) a piada pronta.

  6. Quem escreveu o artigo foi um argentino?? 100 a 200 aviões?? Serão bem treinados pelo menos. Treino avançado no Pampa… Pra pilotar Pampa de ataque…

    • Pampa de ataque kkk, como está é só treinamento e reconhecimento.

      Eu queria é ver uma versão com alargamento de asa com maior capacidade de pilones e sustentação a baixas velocidades com maior carga, sem falar com algum tipo de canhão de 25 ou 30 no nariz, ai serviria para apoio também.

  7. Macri se esforça para colocar a Argentina no prumo mas parece que por lá eles não se levam à sério faz tempo.

    • As pessoas se acostumam a um país de terceiro mundo, e param de agir como cidadãos de primeiro mundo, ai o barco afunda e o avião se estatela.

    • Para ver que só educação não resolve os problemas de um país.
      Vou para a Argentina com relativa constância. Eles são bem cultos e muita ávidos à leitura. Mas são muito emocionais e teimosos. Muitas vezes sabem estar errados, mas não descem do pedestal, não aceitam estar errado ou ser contrariados. São muito preconceituosos, mesmo que uma gigantesca parte da popublicação seja mestiça com indígenas.
      Não são melhores e nem piores do que nós brasileiros, só são de maneira diferente. Porém muitas dessas características citadas, são mais comuns na província de Buenos Aires, no interior, eles não bem mais amáveis e educados, para a os padrões brasileiros.
      Não adianta só educação, é necessário uma cultura de comportamento, para lidar com outras pessoas e controlar as emoções, e não ser controlado pelas mesmas. Esse tipo de educação é melhor provida por uma família muito bem estruturada.

  8. Mafia Kirchner foi pior para Argentina que máfia pt para o Brasil. Sucateou a industria, forças armadas e faliu o país que retroagiu. Cristina Kirchner é pior que Dilma 171 Roussef. Ela que encomendou os Pampa a FADAE sabendo que não tinha como pagar. Império Britânico nem precisa gastar mais nas falklands que Cristina é um vírus vivo.

    • Que a coisa foi feia lá nos hermanos foi, mas te garanto que a dilmonica foi muito pior, os PuTrefatos só não deixaram o Brasil igual Cuba porque não conseguiram (faltou tempo) afinal somos um país muito rico, apesar desses bandidos roubarem como o fazem, ainda não quebraram a população. Não vou alongar no assunto porque o fórum não é sobre isso, mas a coisa esta feia aqui no Brasil, reflete na aviação civil, na navegação amadora( se lembram do estaleiro Mariner, que descanse em paz ). No dia a dia da população em geral.

      • oi! Concordo 100% contigo. lembro que a Embraer também foi sabotada no governo da dilma. calote no projeto do KC-390 e tentativa da odebrecht com a rússia criar outra empresa contra a embraer

    • Longe de querer defender o PT ou a "Kretina Kirchner", sou um ferrenho opositor do socialismo. Mas a decadência argentina vem desde o primeiro governo Peron. Dessde lá, uma sucessão de regimes populistas de diferente roupagens, com pouco intervalo entre eles, vieram destruindo o país.
      Populismo é o mal latino americano.

  9. E o Brasil não aprende… qual é a desse falido Mercosul? Se fosse sério, comprariam aviões Embraer e nós, produtos deles proporcionalmente…

    Os argentinos nunca olham para parceiros. São sempre melhores e tem o melhor.

    É capaz que nem o ST já tenha vendido 200 unidades…

  10. Existe um ditado por lá que diz que o argentino é um italiano que fala castelhano e pensa ser inglês.

Comments are closed.