O treinador argentino IA-100 fabricado pela FAdeA, durante a realização do primeiro voo. (Foto: FAdeA)
O treinador argentino IA-100 fabricado pela FAdeA, durante a realização do primeiro voo. (Foto: FAdeA)

A Fábrica Argentina de Aviones (FAdeA), no âmbito do Ministério da Defesa Nacional, realizou hoje com sucesso o primeiro voo de teste do monomotor de treinamento IA-100, confirmando as condições normais para este tipo de voo.

O primeiro voo do IA-100 ocorreu a partir da pista da FAdeA, e teve uma duração de 58 minutos, voando sobre a vertical da fábrica, a uma altura máxima de 5.000 pés. A aeronave foi pilotada pelo piloto civil Pablo Reynoso.

O IA-100 é um demonstrador de tecnologia desenhado e fabricado pela FAdeA, que tem como objetivo de demonstrar as capacidades da fábrica para a concepção e fabricação de material compósito.

Segundo a FAdeA, a aeronave tinha como objetivos ganhar experiência ao fabricar pela primeira vez na história da Argentina uma aeronave fabricada 100% em material composto; integrar diferentes fornecedores argentinos no projeto, desenvolvendo a indústria de aviação nacional; e desenvolver e gerir um projeto desta natureza em um período limitado de tempo.

O avião IA-100 taxiando na pista da FAdeA após a realização do primeiro voo. (Foto: FAdeA)
O avião IA-100 taxiando na pista da FAdeA após a realização do primeiro voo. (Foto: FAdeA)

Este teste de voo é parte de uma série de marcos estabelecidos nos protocolos de desenvolvimento, a fim de cumprir o programa. Durante os testes, foram testados os sistemas aviônicos de última geração que equipam a aeronaves.

O desenvolvimento deste demonstrador de tecnologia é um projeto que começou há 18 meses e é a base para a concepção de um avião moderno, que irá cobrir as necessidades de formação básica tanto das forças armadas argentinas como da aviação civil, além de produzir uma aeronave adequada para exportação.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Belo desenho. Ao menos uma boa notícia vinda do quintal dos nossos vizinhos hermanos. Para quem está quebradaço, já é alguma coisa boa.

Comments are closed.