Aeronave cargueira MD-10-10F da FedEx. (Foto: Tom Samworth)

A FedEx Express está se preparando para retirar todos os seus jatos cargueiros MD-10-10F e A310-300F até meados de 2021, devido à desaceleração do mercado global no mercado de frete.

Atualmente, a empresa opera três Airbus A310-300F e dezessete MD-10-10F. Com essas remoções, os dois tipos de aeronaves serão completamente eliminados da frota da especialista em cargas norte americana.

Este ano, a empresa já deixou parado alguns de seus cargueiros MD-11Fs devido às condições difíceis do mercado.

O mercado global de frete foi severamente atingido principalmente por causa da disputa comercial entre os Estados Unidos e a China. Além disso, a gigante norte americana de comércio eletrônico Amazon não renovou seu contrato com a FedEx.

A frota da FedEx também inclui 12 MD-10-30F, 56 MD-11F, 68 Airbus A300-600F, 111 Boeing 757-200PF, 77 Boeing 767-300F e 42 Boeing 777F.

A operadora de carga aérea também possui 50 Boeing 767-300ERF e dez Boeing 777-200F em sua carteira de pedidos, que serão entregues diretamente pela Boeing.

Anúncios