No dia 24 de setembro de 1958 o Sidewinder entrava em ação pela primeira vez.

O combate aconteceu quando quatro caças F-86F da Força Aérea da República da China (Republic of China Air Force – RoCAF) davam cobertura a um jato RF-84F em missão de reconhecimento na região de Wenzhou, China.

Taiwan e a China estavam tecnicamente em estado de guerra, uma vez que a ilha havia se tornado um reduto separatista com a fuga em massa da população que não concordou com a revolução chinesa.

Armados com o GAR-8 (designação inicial do AIM-9B), os F-86 taiwaneses abateram quatro MiG-17 da Força Aérea da República Popular da China (People’s Republic of China Air Force – PLAAF). Um total de seis mísseis GAR-8 foram disparados durante o dogfight. No total a China perdeu 9 aparelhos no combate, sendo que cinco MiG-17 foram abatidos a tiros pelos pilotos taiwaneses.

Considerado uma arma secreta naquele tempo, os chineses não sabiam que os EUA haviam treinado a RoCAF sob o programa Black Magic, voando aviões F-100 simulando os MiGs-17 da China. Em agosto daquele ano, um lote de mísseis GAR-8 e seus trilhos de lançamento foram entregues à Taiwan.


Leia mais sobre o AIM-9 Sidewinder clicando aqui.

14 COMENTÁRIOS

  1. Imagina a Surpresa dos pilotos chineses quando enfrentaram pilotos treinados pelos americanos equipados com um missil de ponta… não devem ter ficado felizes.

  2. Como sempre os comunistas apanhando feio nos dogfights. E aquela população que fugiu dos horrores do regime de Mao criou um país que progrediu rapidamente e encontra-se no 21º lugar em índice de IDH, com crescimento de 8% nas últimas 3 décadas enquanto a China depois de quase um século alcançou agora o 90º lugar.

  3. Tecnologia absurda para a época. Eu particularmente não gosto do F86 levaram uma surra danada dos MIG. Só depois de muita doutrina equilibraram o jogo. Mas com esses mísseis ficaram muito eficientes. Foi um marco na indústria militar.

    • Os F-86 levaram uma surra danada? Putz……Os números foram 792 Migs abatidos pelos F-86 e 78 Sabres abatidos pelos Migs, uma kill rate de 10:1 a favor do F-86. É impressionante como alguns sujeitos se põem a postar tolices sem sequer dar uma pesquisada antes para evitar passar vergonha.

      • Tem que ter uma "amarelinha" no bolso e perguntar se é no débito ou no crédito! 😉

        • Deixa eu te dizer talvez a expressão surra danada tenha sido exagerada, mas em nada modifico o comentário. Em termos gerais o MIG era muito mais avião que o Sabre. e o que pendeu na luta foi a doutrina e treinamento americano… Fico com a teoria de que um avião mediano na mão de ótimos pilotos é melhor que um avião superior na mão de pilotos medíocres…. Com relação a número de abates, com certeza se perguntar aos soviéticos os números serão outros. Cada lado faz sua contabilidade. 10 : 1 improvável.

          • Não entendi. Como se avalia uma aeronave senão pelo resultado em combate?

          • O MiG-15 só subia mais alto que o F-86. O MiG-15 não tinha estabilizador horizontal por comando hidráulico, o que exigia pilotos com braço forte e o mais importante, o 15 não tinha uma mira por radar. Daí a enorme diferença no resultado. Ao americano bastava encaudar o inimigo e esperar milésimos de segundos para o computador calcular a solução de tiro. As rajadas eram certeiras. O canhão do 15 era melhor que as seis metralhadoras do Sabre. Fora esses dois, o Sabre era melhor. O F-86 Sabre era uma joia tecnológica, um F-35 da época, tudo era moderno nele. Os pilotos que haviam voado no final da Segunda Guerra Mundial ficavam pasmos com a instrumentação, até a bussola fornecia uma rápida localização.

      • Bem pelo seu jeito de falar, prefiro acreditar que se trata de um guri daqueles que ficam trancados em casa sem pegar sol colecionando livros de guerras, sem amigos ou interagindo com poucas pessoas, se assim for te entendo e te desculpo. Se eu estiver enganado é pior pois se trata de um cidadão inferior que não tem classe, educação nem respeito para com seus pares no uso das palavras. Tem valores que se aprendem em qualquer caserna de qualquer lugar do mundo assim que se apresenta para servir, que são Respeito, Educação, Humildade e Dignidade, como acredito que tu nunca pisou numa caserna, a ti devem ser desconhecidos tais valores. Você foi arrogante, estúpido, grosseiro e mau educado no uso das palavras. Tenho visto aqui muitas vezes camaradas sendo grosseiros uns com os outros nas críticas, o que não condiz com o espírito do fórum. Se você quer ouvir apenas as respostas ou comentários que lhe agradam, sugiro criar um grupo de W.Zap e adicionar somente seus amigos. Até para criticar ou corrigir um fato, é preciso ter classe, educação e cordialidade, valores que tu não culrivas, talvez porquê não lhes foi ensinado. Peço desculpas aos outros membros do fórum mas não gostei e me senti desrespeitado por parte desse indivíduo. Tenho mais de 15 anos de experiência servindo na segurança e nas FA, já estive sob fogo real muitas vezes já operei com grupos de várias forças, tenho amigo piloto de helicópteros do exército, tenho amigos pilotos dentro e fora da FAB. e são todos cordiais e acima de tudo cavalheiros, na educação e no trato coisa que você desconhe. Fica aqui o registro e deixo a minha exclusão do fórum à disposição dos editores.

        • Não me arrependo do que postei porque penso que você foi no mínimo imprudente no que disse. Se para você isto representa uma grande ofensa tem o direito de reagir, porém ao tentar me rebaixar inventando suposições depreciativas ao meu respeito acaba por demonstrar que você não é diferente daquilo que me acusar ser.

    • A informação do Bartels está errada, mas também não precisa fazer chacota. É por isso que algumas boas pessoas deixam de frequentar o site…. quem nunca deu uma “barrigada” assim, que atire a primeira pedra!!

      Sr. Bartels, sua afirmação ficou inverídica! Rsrsrsrsrs na próxima, cheque os dados antes ou então esclareça-nos melhor a afirmação (se tentou dizer algo diferente disso).

      Bom dia

  4. Faço uma sugestão:
    Que o Cavok desenvolva o tema dos F-86 a serviço de Taiwan, houve mais combates na sequência, inclusive um que ficou para a história: Um AIM-9 acertou um MiG e não detonou !
    É ! Ficou espetado no avião inimigo por falha da espoleta acho, e os soviéticos puseram as mãos no míssil ( na época Mao e Kruschev AINDA eram amigos ). Um ano depois o AA-2 Atoll era exibido pela Força Aérea Soviética……
    Um bom tema para colocar aqui não acham ?

Comments are closed.