30 de dezembro de 1947: Neste dia, há 69 anos, voava pela primeira vez o protótipo do Mikoyan-Gurevich MiG-15. Nos controles, o piloto de testes capitão Viktor Yuganov.


NOTA DO EDITOR: Na Coreia do Norte, vai ter bolo? :v

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

    • Não é bem assim. O F-86 não tinha um desempenho tão bom quanto o MiG-15 em grande altitude e, se não me engano, o MiG-15 tinha um raio de curva menor que o Sabre. O que favoreceu – em muito – o caça americano foi a tecnologia embarcada. Enquanto o piloto soviético tinha de usar a sua própria força muscular para comandar as superfícies de controle, o americano usava a força hidráulica. Muitos pilotos americanos relatavam que entravam em um mergulho picado atrás do MiG e o mesmo ia de encontro ao solo, se espatifando. Acontece que sem sistema hidráulico para mover os estabilizadores horizontais, os pilotos soviéticos não conseguiam puxar o manche, pois a força necessária era superior a mais de 100 kg!
      Outra coisa que o Sabre tinha era um computador de mira. O piloto do MiG combatia como na segunda guerra mundial, fazendo e ajustando constantemente a mira sobre o inimigo, o piloto de Sabre apenas tinha de fazer a mira e esperar o computador dar o momento certo de atirar, com isso, os seis canhões – de menor calibre que o MiG – eram mais efetivos, pois as rajadas eram certeiras e cobriam o MiG de chumbo!

  1. Caro amigo Giordani, é verdade que o f-86 tinha os hidráulicos e a mira por computador mais se não me engano a baixa altitude os sabres eram mais ágeis que os mig-15, e na alta altitude os mig-15 eram mais ágeis que os f-86, mais alem desses pormenores os pilotos americanos tinham as tacitas de combate mais evoluídas que os pilotos coreanos, chineses e russos, por isso é que ouve um enorme desvantagem dos mig para os sabre, existe varias estatísticas mais a média era por um sabre derrubado era derrubado 10 mig.

  2. Também tem um filme a ponte de toko-ri, é sobre a guerra da coreia mais o avião é o f-9 panther.

Comments are closed.