Um Super Tucano da Esquadrilha da Fumaça voa em formação com os Halcones. (Foto: Plínio Lins)

A participação da Esquadrilha da Fumaça no terceiro dia da 20ª Feira Internacional do Ar e do Espaço – FIDAE 2018 – foi agitada. Pela manhã, a esquadrilha da Força Aérea do Chile, Halcones, e a da Força Aérea Brasileira, Fumaça, voaram juntas diante de um público formado por militares de vários países, organizadores e representantes de empresas da área aeroespacial e imprensa mundial. Na parte da tarde, a Esquadrilha da Fumaça fez sua segunda demonstração aérea na feira.

No voo pela manhã, os cinco aviões dos Halcones, X-300L, lideraram a formação com as sete aeronaves A-29 Super Tucano, confirmando a proximidade dos grupos e as semelhanças da missão e das atribuições de ambos. Uma das atribuições das esquadrilhas é o estímulo para que jovens sigam a carreira na aviação, além de promover o patriotismo de seus países.

Nesta formação, o piloto número 5 dos Halcones, Tenente Marcelo Reys, voou em uma aeronave da Esquadrilha da Fumaça pilotada pelo piloto número 5 da Fumaça, Capitão Pedro Esteves. Para o Tenente Reyes, “foi muito emocionante, pois sempre quis voar com a Esquadrilha da Fumaça. Já até tive a oportunidade de voar com a Fumaça no Brasil, mas fazer esse voo em formação com as duas esquadrilhas no meu país foi inesquecível”.

Também neste voo, um avião da Força Aérea do Chile seguiu à frente da formação das esquadrilhas para a produção de imagens aéreas por meio da rampa da aeronave. Vale destacar a presença de um dos grandes nomes da fotografia aérea mundial, Katsuhiko Tokunaga, na produção das imagens.


Fonte: EDA/Ten Cocate – Fotos: Fotógrafo Plínio Lins

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.