Helicóptero AW109 Trekker. (Foto: Leonardo Company)

A Leonardo anunciou que mais dois helicópteros civis serão entregues a clientes particulares no Chile no início de 2019, se juntando a uma frota de mais de vinte unidades atualmente em serviço no país. As entregas envolvem um AW119Kx monomotor na configuração VIP, chegando no país sul-americano no quarto trimestre deste ano, e o primeiro novo helicóptero leve bimotor AW109 Trekker configurado para o mercado utilitário do Chile, com a entrada em serviço no primeiro trimestre de 2019.

O AW109 Trekker mantém as características típicas de um outro produto de grande sucesso, o AW109 Grand, em especial pela estrutura, a ampla cabine e desempenho no topo da categoria, oferecendo ao mesmo tempo maior capacidade de carga com custos competitivos e é a solução ideal para atender aos rigorosos requisitos chilenos em termos de capacidade, custos operacionais e condições ambientais específicas, especialmente em altas altitudes.

Os modelos de helicópteros da Leonardo no Chile atualmente incluem o AW119, o AW109, o AW139 e o W3A Sokol usados ??para transporte VIP/corporativo, combate a incêndios, segurança pública e tarefas de serviços públicos. Com mais de 400 helicópteros presentes na América Latina atualmente, a Leonardo é uma dos maiores players do setor de asa rotativa na região e para uma ampla gama de aplicações operacionais, tais como deveres navais, ordem pública e segurança, ambulância aérea, busca e salvamento, prevenção de incêndios, proteção civil, utilitário, VIP / corporativo e transporte governamental, e transporte marítimo offshore.

Recentemente, o AW109 Trekker, certificado pela EASA, é a mais recente adição ao portfólio de helicópteros da Leonardo e o primeiro bimotor leve da empresa a oferecer o trem de pouso do tipo skid.

Com aviônica modular moderna, ele pode ser facilmente configurado para uma ampla gama de funções e é a solução ideal para aplicações. Pedidos de quase 60 AW109 Trekkers foram registrados até o momento por clientes na Europa, América do Norte e América Latina, Ásia para desempenhar funções como serviço médico de emergência, aplicação da lei e missões utilitárias.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Se o chile tivesse a população da Argentina e o tamanho ja teriam nos passado em PIB, forças armadas , pesquisa científica e outros quesitos.

Comments are closed.