O KC-390 “PT-ZNF” repousa após a realização de um voo com a imprensa. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Durante a FIDAE 2018, realizada em Santiago do Chile, um dos principais destaques da feira foi a participação da Embraer com a aeronave de transporte KC-390. A Embraer levou o protótipo nº 0001 (PT-ZNF) para o Chile, demonstrou a aeronave na exposição estática para convidados e potenciais clientes, e colocou o protótipo na demonstração em voo, incluindo um voo mais que especial para imprensa, que pode apreciar um sobrevoo na Cordilheira dos Andes. Nós estávamos lá.

Ao chegar perto do KC-390, foi possível registrar ele próximo do A400M e do C-130 Hercules. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

O voo foi marcado para o final da tarde da segunda-feira (02/03). Cerca de 40 convidados foram convidados pela Embraer para apreciar o voo e conhecer detalhes da aeronave que nos últimos meses foi assunto em vários sites especializados.

No início de outubro, um incidente durante um voo de desenvolvimento da aeronave fez com que o “PT-ZNF” ficasse um período sem voar, levantando especulação de alguns sites que o primeiro protótipo não voaria novamente. Foi então que a equipe do programa de voo de testes do KC-390 decidiu levar esta mesma aeronave, não o segundo protótipo, mas o primeiro. Assim, mostrou para todo mundo que o “ZNF” está firme e forte e continua ajudando a Embraer a preparar o caminho para primeira entrega para Força Aérea Brasileira (FAB) no segundo semestre deste ano.

A equipe de voo foi composta por cinco tripulantes, que auxiliaram e responderam a questionamentos de vários membros da imprensa que estavam interessados em todos detalhes do KC-390. A decolagem mostrou a força dos motores turbofans Pratt & Whitney, modelo IAE V2500-E5. Todos convidados estavam sentados lateralmente, nos assentos padrão militar para paraquedistas, e quando o jato começou a correr na pista do aeroporto Arturo Merino Benitez, foi preciso segurar firme.

A aeronave de teste está repleta de sistemas usados para coletar dados, e não consta com revestimento interno, sendo possível ver cabos, fios e dutos. Por não ter o revestimento, o barulho durante o voo beirava os 95 dB, e usamos protetores auriculares durante todo voo. Mesmo assim era possível conversar quase que normalmente.

Foi possível registrar algumas imagens exteriores graças as janelas traseiras (uma de cada lado) e duas janelas dianteiras. Todo mundo também teve a oportunidade de subir na cabine e registrar a ampla visão dos pilotos durante o voo e a primorosa e sofisticada aviônica Pro Line Fusion da Rockwell Collins, a qual recebeu vários elogios por parte de pilotos da Embraer e da FAB.

O loadmaster que estava a bordo do KC-390, um ex-integrante do Esquadrão Gordo da FAB, mostrou soluções desenvolvidas pela Embraer que facilitarão o trabalho de transporte da FAB e de clientes futuros. Muitas das melhorias criadas para o KC-390 foram justamente pensadas para diminuir a carga de trabalho e agilizar a movimentação de carga durante as operações da FAB.

Após caminharmos bastante a bordo e olharmos muitos detalhes, cerca de 45 minutos depois estávamos retornando para FIDAE, pousando no começo da noite em Santiago. O diretor do programa KC-390, Paulo Gastão, também estava disponível para responder as perguntas de vários jornalistas.

Opinião do editor que aqui escreve: o KC-390, assim que entrar em serviço, será um sucesso de vendas. Muitos clientes estão aguardando a entrada em serviço com a FAB para saber como a aeronave se comportará nas operações diárias. Então, ao receberem ótimos feedbacks, acredito que os pedidos vão chegar, e mais uma vez a Embraer terá um produto que será desejado por muitas forças aéreas que buscam um avião ágil, robusto e multimissão.


Agradecemos o convite da Embraer, feito por Valtécio Alencar, do departamento de Comunicação Corporativa da Embraer Defesa & Segurança, que gentilmente tem nos atendido sempre.

19 COMENTÁRIOS

Comments are closed.