Uma das duas atuais aeronaves Airbus A340-300 usadas pelo governo alemão para transporte VIP.

O governo alemão disse que vai encomendar uma nova frota de três aeronaves A350 de transporte VIP depois de uma série de falhas embaraçosas nos dois atuais A340 que deixaram os membros do governo retidos e destacaram a péssima condição técnica de grande parte do equipamento militar do país membro da OTAN.

O anúncio, feito no final da sexta-feira passada, ocorre depois que no final de novembro de 2018, um dos A340s, chamado “Konrad Adenauer” e registrado como 16+01, foi forçado a fazer um desvio de emergência para o aeroporto de Colônia-Bonn, devido a um problema com o sistema elétrico. A aeronave levava a chanceler alemã Angela Merkel de Berlim à cúpula do G20 na Argentina. Merkel foi forçada a embarcar em um voo de passageiros programado via Madri para Buenos Aires e acabou chegando um dia atrasado ao encontro do G20.

No dia 29 de novembro de 2018 a Chancellor Angela Merkel precisou desembarcar do A340 ‘Konrad Adenauer’ devido a um problema elétrico e acabou chegando atrasada na reunião de abertura do G20. (Foto: Joeri Blank/dpa via AP)

A ministra da Defesa, Ursula Von Der Leyden, disse que a Alemanha comprará um novo Airbus A350 ainda este ano, com uma entrada em serviço no início de 2020, sendo entregue em uma configuração de cabine regular, em vez de uma cabine VIP. A aeronave será posteriormente reconfigurada e receberá uma cabine semelhante à atual aeronave do governo, incluindo cabines para dormir, uma sala de conferências, bem como sistemas adicionais de segurança e comunicação. Dois outros jatos do mesmo modelos seriam adquiridos na sequencia.

Propostas conceito de um interior VIP em uma aeronave A350, produzidas pela Lufthansa:

A compra de aeronaves novas seria um novo passo para a ala de transporte VIP da Força Aérea Alemã (Luftwaffe) que atualmente opera dois antigos A340-300 de segunda mão, adquiridos da Lufthansa em 2009 e com quase vinte anos de idade, que não são mais fabricados, bem como algumas aeronaves menores.

Os problemas técnicos da frotas VIP destacam as lutas mais amplas das forças armadas alemãs com a tentativa de elevar seu nível de prontidão técnica, uma vez que Berlim, tradicionalmente plácida, se move cautelosamente em direção a uma postura global mais intervencionista.

Aeronave Airbus A350 XWB.

Uma série de atrasos na aquisição, erros de cálculos nos custos e incompatibilidades técnicas interferiram nas tentativas de renovação da frota naval do país, enquanto os prazos para a seleção de uma nova frota de aviões de guerra foram repetidamente perdidos.

Após o fracasso de Merkel no G20, em janeiro, o ministro do Desenvolvimento Internacional, Gerd Mueller, ficou brevemente preso no Malaui depois que outro jato do governo teve problemas.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Tem gente ai que diz que a Alemanha esta sem dinheiro, sei……
    Não tem grana para equipar as FAs mas para o pessoal "VIP" sempre a uma grana , aqui no Brasil é a mesma coisa o país esta quebrado, não pode comprar nem uma "Corvetinha" mas deu aumento superior a R$ 4 bi anual aos juizes , vai entender…

  2. O A-350 é sensacional, na minha opinião o melhor e mais bonito jumbo da atualidade.
    É uma excelente opção como "Força Aérea 01" para um país "player" mundial. Gostaria de vê-lo nas cores da FAB…..
    O estranho são tantos problemas nesse A-340 do governo alemão, afinal ainda são aviões relativamente novos.
    Mas como dito na matéria, a Alemanha tem tratado com descaso suas forças armadas.

  3. Deixam de lado a operacionalidade em favor do protecionismo. Com cortes no orçamento, o resultado mais que esperado é esse.

Comments are closed.