Os helicópteros Black Hawk estão operando com as forças militares da Colômbia desde 1988. (Foto: Sikorsky)

A Força Aérea Colombiana receberá este ano seis helicópteros Sikorsky S-70i Black Hawk. A Sikorsky planeja entregar um primeiro lote de três Black Hawks encomendados pela Força Aérea da Colômbia em agosto, seguido de uma segunda rodada de entregas em outubro. A Colômbia foi a primeira nação da América Latina a receber o Black Hawk, exatos 30 anos atrás.

A informação foi divulgada pelo Comandante da Força Aérea Colombiana, Gen Carlos Eduardo Bueno Vargas durante uma coletiva de imprensa na FIDAE no Chile, quando a fabricante de helicópteros, parte da Lockheed Martin, comemorou a marca de 30 anos de operação dos robustos helicópteros na América Latina, desde que a Força Aérea Colombiana recebeu suas cinco primeiras aeronaves UH-60A, em 1988.

“Espero que tenhamos orçamento suficiente para continuar adquirindo esta aeronave”, disse o General Vargas, falando no dia 4 de abril

A Colômbia é a segunda maior operadora, pelo número de aeronaves em serviço, do helicóptero Sikorsky UH-60 “Black-Hawk”, depois do Exército dos EUA. O exército colombiano tem 55 UH-60, a força aérea 32 e a polícia 7.

“O Black Hawk tem provado ser uma ferramenta única e estratégica para a Força Aérea Colombiana, o que nos permitiu fazer algumas das missões mais desafiadoras em condições extremas”, disse o general Carlos Eduardo Bueno Vargas. “Nós nos juntamos à celebração deste importante aniversário e estamos ansiosos para muitos mais anos de uso efetivo dessas excelentes máquinas com a ajuda e apoio de nossos amigos da Sikorsky.”

Com a chegada do novo S-70i, a Colômbia fortalecerá ainda mais sua capacidade tática de transporte e suporte.

“Parabenizamos e agradecemos as 11 agências do governo e das Forças Armadas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e México que mostram ao mundo como se adaptar e operar os helicóptero Black Hawk para servir e proteger seus cidadãos”, disse Adam Schierholz, Executivo Regional da Sikorsky para a América Latina. “A confiança contínua no Black Hawk por esses países nas últimas três décadas deve-se ao design militar robusto incomparável da aeronave, que resulta em confiabilidade e desempenho de voo com eficácia de combate e com disponibilidade de forte suporte de produto para garantir alta disponibilidade operacional”.

O Sikorsky S-70i é um derivado das versões do MH-60 para exportação. A necessidade de uma plataforma de um novo Black Hawk surgiu nos anos 90 com a necessidade de atualizar os aviônicos analógicos dos UH-60A e UH-60L com um cockpit digital integrado, controles duplos de voo digitais e motores mais potentes, além de melhorias estruturais.

Projetado e fabricado pela Sikorsky o Black Hawk se tornou sinônimo bem sucedido da defesa da soberania territorial, proporcionando assistência humanitária e assistência em catástrofes, combate ao tráfico de drogas, realização de missões de busca e salvamento, monitoramento de costas, fronteiras e transporte de chefes de Estado.

Desde 1988, a Sikorsky entregou 174 aeronaves da família Black Hawk na região, incluindo seis aeronaves Seahawk para a Marinha do Brasil. O total aumentará para 180 em 2018, quando a Força Aérea do Chile receber seis aeronaves S-70i Black Hawk para missões militares e humanitárias.

Em 2017, no Brasil, dois esquadrões da Força Aérea Brasileira (FAB) – o 7º/8º Grupo de Aviação ‘Harpia’ com sede em Manaus, e o 5º/6º Grupo de Aviação ‘Pantera’ em Santa María – alcançaram a marca de 30.000 horas de voo com as 16 aeronaves UH-60L. No mesmo ano, o Exército Brasileiro comemorou seu vigésimo aniversário operando quatro aeronaves S-70A Black Hawk. A Marinha do Brasil opera seis aeronaves S-70B Seahawk.

5 COMENTÁRIOS

  1. Se nao estou em erro o Japao e a Coreia do Sul operam mais Blackhawks que a Colombia.

    • E os Blackhawk sul coreanos não entram na relação de exportação da Sikorsky, porque são 138 UH-60 fabricados sob licença pela Divisão de Fabricação da empresa de transporte comercial Korean Air Lines Co., Ltd.

  2. O Brasil podia trocar a Kombi só por Black Hawk, sim, também sei que a Kombi carrega mais peso…

Comments are closed.