Uma das missões dos C-130J da Índia deverá ser de reabastecimento aéreo, conforme concepção artística divulgada pela fabricante Lockheed.

A fabricante norte americana Lockheed Martin informou que aguarda para breve que uma Carta de Intenção do Governo da Índia seja enviada ao governo dos Estados Unidos para aquisição de mais seis aeronaves de transporte C-130-30J Super Hercules.

Isso seria um pedido adicional aos seis aviões C-130-30J que foram encomendados através de um acordo entre governos em 2007. No momento do pedido de US$ 1 bilhão das seis primeiras aeronaves, a Índia deixou uma opção para aquisição dessas seis aeronaves adicionais. Se esse novo pedido for confirmado, o número de aeronaves subirá para 12 e o valor do negócio pode beirar os US$ 2 bilhões. A informação deste pedido adicional foi confirmada pelo chefe da Lockheed na Índia, Roger Rose.

Ele adicionou que a companhia já preparou a infraestrutura para acomodar as 12 aeronaves C-130J na Estação da Força Aérea de Hindon, em Ghaziabad.

A missão principal dos C-130J da Força Aérea da Índia será de Operações Especiais.

A frota atual de aeronaves de transporte da Índia é composta de aeronaves de transporte pesado IL-76 e de transporte médio An-32, ambos de fabricação russa. Os C-130-30J encomendados serão configurados para operações especiais e serão capazes de transportar cargas entre 15 e 20 toneladas.

Informando que a entrada em serviço na Força Aérea da Índia das primeiras aeronaves C-130J ocorrerá no primeiro trimestre de 2011, Rose também informou que a companhia está providenciando material de manutenção para essas aeronaves no valor de US$300 milhões de acordo com o contrato.

Fonte: Aviation Week – Tradução: Cavok

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS