Aeronave An-32 da Força Aérea Indiana.

Os destroços do avião de transporte Antonov An-32 desaparecido da Força Aérea da Índia (IAF) foram avistados perto de Payam, em Arunachal Pradesh, de acordo com relatos.

Os detalhes referentes aos 13 funcionários da IAF – oito tripulantes e cinco passageiros – a bordo da aeronave atualmente não são conhecidos.

O An-32 da IAF, com 13 pessoas a bordo, desapareceu no dia 3 de maio depois de decolar da Estação da Força Aérea de Jorhat, em Assam. A aeronave estava voando para a Área de Pouso de Mechuka em Arunachal Pradesh quando perdeu contato com o controle cerca de 35 minutos depois de decolar. A pista de Mechuka fica perto da fronteira da Índia com a China.

A Força Aérea da Índia havia enviado um caça Su-30 e uma aeronave de transporte de operações especiais C-130J Hercules em uma missão de busca para localizar a aeronave desaparecida. Vários helicópteros Mi-17, pessoal do Exército Indiano e da Polícia de Fronteira Indo-Tibetana (ITBP) e autoridades civis locais de Arunachal Pradesh também se juntaram à operação de busca.

Em julho de 2016, um An-32 desapareceu na Baía de Bengala, depois de decolar da Estação da Força Aérea de Tambaram, em Chennai, para Port Blair, a capital das Ilhas Andaman e Nicobar, com 29 pessoas a bordo. A aeronave ainda não foi localizada e a causa do acidente também não é desconhecida.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS