O Gulfstream G650 VIP da Força Aérea da Zâmbia. (Foto: Duresse Patrice / Flickr)

A Força Aérea da Zâmbia recebeu uma nova aeronave de transporte VIP Gulfstream G650 de Israel que será usada para transporte presidencial.

A aeronave chegou à capital da Zâmbia, Lusaka, via Israel no final do mês passado. A aeronave (AF001) custou cerca de U $ 65 milhões e está equipada com sistemas de autodefesa, informou o Defenceweb na terça-feira.

A aeronave com as marcações da Força Aérea na Zâmbia foi vista em novembro chegando em Basiléia, na Suíça, para uma atualização do interior na AMAC Aerospace depois de voar desde a instalação da Gulfstream Aerospace em Savannah, na Geórgia. Foi visto pela primeira vez em Savannah em 24 de julho de 2018, a reportagem afirmou.

O G650 substitui o Challenger 604 (9J-ONE) usado pelo governo da Zâmbia para o transporte VIP.

Em outubro do ano passado, a mídia da Zâmbia informou que o governo havia comprado cinco aviões da Rússia, dois da Itália e um de Israel. Um dos aviões russos é um Sukhoi SuperJet, enquanto os dois aviões da Itália são os bimotores de transportes C-27J Spartan. Relatos da mídia subseqüentes afirmaram que a Sukhoi só forneceria um único SuperJet configurado VIP para o Presidente Edgar Lungu.

O SuperJet será entregue este ano a um custo de US$ 45-49 milhões, disse o vice-presidente da Sukhoi, Yevgeny Andrachnikov, ao portal de notícias da Russian Business Aviation Exhibition no ano passado.

O Secretário Permanente do Ministério da Defesa, Stardy Mwale, disse que o Ministério da Defesa comprou cinco aviões e explicou que um seria usado para VVIPs, um seria usado para manter e monitorar o espaço aéreo, enquanto os outros três seriam para uso comercial.

Em outubro de 2018, o Ministério da Defesa da Zâmbia disse em um comunicado que a Força Aérea da Zâmbia, em 2012, embarcou em um programa para substituir sua frota envelhecida de aviões de transporte e combate e outros equipamentos de defesa aérea associados.

SEM COMENTÁRIOS