A Hawker fez a primeira venda do seu treinador T-6C+ para a Força Aérea do México. (Foto: Hawker Beechcraft)

A Hawker Beechcraft Defense Corporation (HBDC) anunciou hoje a primeira venda de seu novo Beechcraft T-6C+ de treinamento militar para a Força Aérea Mexicana (FAM). A aeronave T-6C+, uma versão melhorada do avião de treinamento militar T-6, é capaz de levar equipamentos externos e lançar armas para fins de treinamento. Os dois primeiros de seis contratados T-6C+ para a Força Aérea do México serão entregues para uma base de treinamento avançado na região norte do México no início de 2012. Os novos treinadores T-6C+ substituirão os antigos turboélices PC-7 da frota da Força Aérea do México.

Impressão artística do T-6C+ nas cores da Força Aérea Mexicana. (Foto: Hawker Beechcraft)

“Estamos ansiosos para fornecer a Força Aérea Mexicana com o altamente eficaz, ultra-confiável e de baixa manutenção Beechcraft T-6C+”, disse Jim Maslowski, presidente da HBDC. “Nós vemos esta venda de seis aviões, como apenas o começo de um relacionamento longo e produtivo com a Força Aérea Mexicana.”

Dentre as características do T-6C+ estão os pontos fixos sob as asas, o Heads-Up Display (HUD), painel de controle integrado no conceito glass e um avançado conjunto de aviônicos Esterline CMC 4000 que aumenta em muito as oportunidades de treinamento avançado. Os sistemas são integrados com um Hands-On Throttle and Stick (HOTAS), fornecendo ao piloto aluno e instrutor uma uma interface mais simples para o cockpit digital. O conjunto de aviônicos do Cockpit CMC 4000 é o primeiro de sua classe a incorporar um sistema totalmente integrado e com dupla certificação FAA de navegação FMS/GPS que atende as normas de navegação necessárias para voos no espaço aéreo mundial atual. O projeto de arquitetura aberta do Cockpit 4000 oferece a flexibilidade para expandir as capacidades e continuamente atender as necessidades de treinamento atuais e futuras.

Além de possibilitar o treinamento dos procedimentos de voo básicos por instrumentos e manobras aéreas, o T-6 oferece uma classe mundial na capacidade de formação que é apropriada para o ensino da maioria das tarefas básicas de treinamento introdutório de vôo através das mais desafiadoras e complexas missões de treinamento avançado que anteriormente podiam ser realizado apenas em aviões a jato muito mais caros.

Anúncios

26 COMENTÁRIOS

    • O México é uma incógnita. Simplesmente fazem fronteira com uma superpotência. Nem faz sentido terem Forças Armadas…tanto que sua aviação de combate é simbólica. Uma meia dúzia de F-5E´s…No outro extremo, fazem fornteira com nações que possuem exércitos regulares, mas são tão pequenos que até o schwarzenegger sozinho enfrenta e derrota todos eles…

      E um executivo da Hawker Beechcraft disse ao abrir o envelope da USAF desclassificando-os: Óh! E agora! Quem poderá nos ajudar????

  1. Que coincidência não, esse anúncio agora!

    Deve ter dado um super descontão tipo leve 6 pague 2!!!!!

    • A Beechcraft tem 3 fabricas pros jatos comerciais por lá. Isso explica? E não duvido desse desconto, ou de acordo do tipo 6xT6 por abonos fiscais, ou coisa do tipo, sem que o MEX tenha que necessariamente botar a mão no bolso; isso tudo pra tentar fazer currículo e ter encomendas.

  2. Pensava que eles sabiam a diferença entre um avião mais ou menos pra um lixo.Se comprassem o ST ganhavam mais.

  3. Que povinho vira lata, me faz lembrar alguns conhecidos aqui do blog. rs…

  4. Com a fábrica da Hawker instalada por lá, não poderia ser diferente.

  5. Se alguém dizer que foi os EUA que mandaram os mexicanos comprar essa porcaria aí pra ver se a empresa para de chorar e reclamar por ter perdido a concorrência no LAS eu não me surpreenderia.. rsrsrsrs

    • O méxico tá se lixando pra embraer…e tu acha que não rolou uma gorja pra cerveja…deixa quieto…não me faz te pegar nojo…

  6. Fico pensando num T 27 mk2 ,repotencializado e atualizado pela AEL.A Embraer a meu ver deveria reabrir a linha do tucano só pra fazer frente nessas concorrências.Gera ainda mais visibilidade para a empresa.Tendo em vista que os dois principais concorrentes são na escencia o mesmo, T6(que de faz alusão ao famoso treinador T6 lá dos idos de 40)e pilatus PC7.Existe sim um nincho muito grande de mercado para esses vetores.A Índia foi um exemplo perdido sem falar nas possíveis substituições do próprio tucano mundo a fora.Acorda Embraer SEGURANÇA E DEFESA.

  7. TEM QUE COMPRAR MESMO, AGORA QUE ESTÃO FABRICANDO VARIAS PEÇAS DESTE AVIÃO! AFINAL ESTÃO GARANTINDO EMPREGOS PARA O POVO MEXICANO.

  8. Na questão automobilista vem para o Brasil enxurada de veiculos fabricados naquele ninho de chucharakas? Vamos ter que boicotar? Vocês ricaços do blog que andam de Fusion e outros devolvam os veiculos em protesto.!!

    • Bem, chegam muitos veículos mexicanos aqui, mas vão muitos veículos brasileiros para lá também. Faz parte do acordo automotivo firmado entre os dois países.

    • Tiger, não é o meu caso, pois só ando de Mercedes com carroceria nacional (Marcopolo).

      Abs.

  9. O Mexico é a lata de lixo do tio Samuel, e já que os yanks não são nada tolos escolheram o ST, para a USAF, e para não chatear sua industria, mandaram os t-6 para a térra do chapolim colorado.

  10. Tá na hora de a EMBRAER e a FAB se juntarem para atualizar o velho Tucano T-27 para lançá-lo (ou relançá-lo) no mercado de treinadores.
    O mercado taí dizendo: quero treinador, quero treinador!!
    Uma versão light o Super Tucano poderia ser estudada.

  11. (Momento nóia ligado): O México possui uma miscelânia de aeronaves. Tem PC-7 (69 mais ou menos), PC-9 (2 😀 😀 😀 ) e agora o T-6.

    Força aérea simbólica. Também pra que? Estão do lado do país que, além de possuir as forças armadas mais poderosas do mundo, podem contar com o He-Man, X-Men, Homem-Aranha, os Vingadores, Chuck Nóia, Rambo e até o Magaiver (esse é perigoso).

    E se nada der certo, o México ainda tem o Chapolin Colorado.

    Forças Armadas pra que?

    (Momento nóia desligado): o México possui uma das poucas forças aéreas do mundo, cuja administração pertence ao Exército. Correto?

    Sds.

    • O méxico não tem FFAA, tem um arremedo de guarda nacional…algo que se ninguém fizer nada, vamos conhecer bem de pertinho…

Comments are closed.