MiG-29 UPG durante testes na Rússia.

Em um momento em que a Força Aérea Indiana (IAF) está buscando a nacionalização de produtos de defesa, o serviço planeja adquirir 21 novos caças MiG-29 da Rússia e equipá-los com sistemas de armas nacionais, como o míssil ar-ar Astra.

“A proposta para a aquisição de 21 MiG-29 será apresentada em breve ao Conselho de Aquisição de Defesa. A IAF quer que os MiG-29 sejam da versão MiG-29UPG (atualizados) que já estão em serviço”, disseram fontes de defesa à ANI.

“A IAF também quer que a aeronave seja equipada com os sistemas de armas indianos, incluindo os mísseis Astra”, disseram eles.

As fontes disseram que existem outros equipamentos e armas nacionais que serão integrados à aeronave assim que o acordo for concluído.

Os MiG-29 dos russos têm uma nova estrutura e estavam sem uso na Rússia.

O impulso para a promoção de armas nacionais chegou em um momento em que o chefe da IAF, RKS Bhadauria, deixou claro que a força apoiará totalmente os esforços de nacionalização, como a aeronave de combate leve (LCA) Tejas e o programa de aeronaves avançadas de combate de quinta geração (AMCA).

A IAF realizou um estudo para verificar se as estruturas dos MiG-29 oferecidos serão suficientes para operar por um longo período.

Os MiG-29 são pilotados pela IAF e os pilotos estão familiarizados com ela, mas os oferecidos pelos russos são diferentes dos jatos do inventário indiano.

A Marinha indiana também opera o MiG-29 ‘K’ e é o único operador desta versão do avião. Está tendo uma experiência difícil com os aviões que são difíceis de manter e suas configurações mudam constantemente após pousarem no porta-aviões.

A IAF possui três esquadrões dos MiG-29 que estão passando por melhorias por vida útil prolongada e são considerados aviões muito bons nas funções de defesa aérea.


Fonte: DNA India

Anúncios