Caças Eurofighters Italianos participarão da missão de policiamento aéreo da OTAN na Romênia.

A Força Aérea Italiana está programada para enviar suas aeronaves de combate Eurofighter Typhoon à Romênia, dentro da missão de policiamento aéreo aprimorado da OTAN, voando ao lado das aeronaves da Força Aérea Romena.

Desde o início de maio até o final de agosto, quatro aviões Eurofighter da Força Aérea Italiana serão posicionados na Base Aérea de Mihail Kogalniceanu, no sudeste da Romênia, aumentando a presença aérea militar junto aos jatos de combate MiG-21 da Força Aérea Romena para vigiar os céus do país e sobre o Mar Negro.

A implantação ocorrerá dentro da estrutura do Policiamento Aéreo aprimorado da OTAN, que foi apresentado aos Aliados do Nordeste e do Sudeste como um elemento das Medidas de Garantia da Aliança em 2014 em resposta às atividades ilegais da Rússia na Ucrânia. As missões conjuntas dos aliados demonstram a determinação coletiva dos Aliados e as flexíveis capacidades e prontidão da OTAN.

O destacamento italiano Eurofighter composta por 130 militares será liderado pelo Coronel Andrea Fazi e poderá aproveitar a experiência acumulada durante uma implantação aprimorada de quatro meses de policiamento aéreo na Bulgária em 2017.

Supervisionado pelo Comando Aéreo Aliado em Ramstein, Alemanha, e controlado pelo Centro de Operações Aéreas Combinadas (CAOC) de Torrejon, na Espanha, a Força Aérea Romena conduz o policiamento aéreo da OTAN com seus aviões de combate MiG-21. Os Eurofighters da Força Aérea Italiana aumentarão os ativos romenos de Policiamento Aéreo e conduzirão surtidas em conjunto uns com os outros.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS