Ilustrações em corte da variante de cabine dupla do SR-71. Observe os funis de entrada que aumentaram a velocidade do ar na frente dos motores J58.

Projetado e construído na década de 1960, o SR-71 Blackbird ainda detém o recorde oficial de velocidade para um avião a jato tripulado, com uma velocidade de 3.530 km / h (2.193 mph).

As fotos abaixo, classificadas anteriormente como ultra secretas, revelam como a Lockheed construiu o SR-71 Blackbird em total segredo, na Califórnia.

A fábrica da Lockheed, em Burbank, Califórnia, mostra um SR-71 antes da aplicação do revestimento com uma tinta preta especial com capacidade de redução de temperatura e absorção de radar.

Observe os painéis de titânio que formam a “pele dessas aves”.

Os moldes/matrizes foram destruídos conforme as instruções do então Secretário de Defesa McNamara para impedir que qualquer outra nação construísse a aeronave.

No dia 28 de julho de 1976, o piloto da Força Aérea dos EUA, Eldon Joersz definiu o recorde mundial de velocidade em voo em uma aeronave de combate operacional, ao voar à 3.530 km/h (Mach 3,3) no SR-71. Esse recorde permanece ainda hoje.

Foram fabricados apenas 32 aeronaves SR-71, que operaram na USAF até 1998. Algumas aeronaves foram usadas posteriormente pela NASA, até 1999. Hoje, o Blackbird pode ser visto apenas em museus.

Saiba mais sobre o caça aqui no Cavok, nas matérias especiais que já preparamos sobre a aeronave.


FONTE: Aviationhumor.net

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Entrando para o campo do pensamento filosófico, o tempo muda tudo mesmo né, até "ontem" ou melhor a algumas décadas atras essas fotos eram ultra secretas, espiões "morriam" para tentar fazer uma foto que era mais um borrão, hoje em dia você acha tudo em detalhes com dois toques na tela do cel.

    Ah mas tem uma coisa que não muda, e infelizmente creio que jamais mudará, o Brasil, precisamente uma doença chamada AEB! https://meiobit.com/417937/nao-ria-brasil-acha-qu

    • Juro que eu tbm pensei no Brasil e na AEB, olhem o nível de engenharia que os EUA estavam quando a foto ainda era tirada em preto e branco e nós não conseguimos reproduzir uma tecnologia que remete a muitos anos antes do SR-71… quando o assunto é foguete nos estamos atrás até da paupérrima Coréia do Norte, Israel que tem o tamanho do meu quintal está muito na nossa frente tbm, quando envolve ciência o Brasil se comporta como caso perdido, apenas espasmos descordenados e esporádicos podem ser notados!