20190816raaf8185068 0015.t5d5a2120.m800.xJbx63CZS - Frota de jatos Hornet da RAAF atinge a marca de 400 mil horas de voo
Equipe da RAAF celebra a marca de 400 mil horas de voo atingidas pelos caças F/A-18A/B Hornet. (Foto: Ministério de Defesa da Austrália)

Marcando uma longa e distinta história operacional, o F/A-18A/B Hornet alcançou um marco de 400.000 horas de voo desde a sua entrada no serviço da RAAF (Real Força Aérea Australiana) há três décadas e meia.

O Comandante da Unidade de Conversão Operacional Nº 2, o Comandante da Ala Scott Woodland, disse que foi um esforço de equipe que abrange gerações.

“A Força Aérea Australiana deve muito desse sucesso aos técnicos, engenheiros e engenheiros de logística, engenheiros de garantia e engenheiros seniores que apoiaram as operações da Hornet por mais de 30 anos. Não há dúvida de que foi a dedicação e o comprometimento dos indivíduos que contribuíram para esse marco”, disse ele. “Como Comandante da Unidade de Conversão Operacional Nº 2, é uma honra e um privilégio fazer parte dessa história.”

20191007raaf8202385 0039 - Frota de jatos Hornet da RAAF atinge a marca de 400 mil horas de voo
Uma aeronave F/A-18B Hornet da Real Força Aérea Australiana da Unidade de Conversão Operacional No.2, com um design “Tiger”.

Com a redução progressiva da frota de F/A-18A/B Hornet em andamento, a força e a eficácia de uma das capacidades de combate aéreo de quarta geração da RAAF também podem ser atribuídas às estreitas relações desenvolvidas com organizações de defesa e indústrias parceiras.

O Comandante do Comando da Ala Nº 81, Capitão do Grupo Benjamin Sleeman, disse que esses relacionamentos eram altamente valorizados.

“Além das excelentes contribuições do nosso pessoal da 81ª Ala, o apoio inabalável do Escritório do Programa de Sistemas de Caças Táticos (TFSPO), do Grupo de Capacitação, Aquisição e Sustentação, bem como dos parceiros da Hornet Enterprise, assegurou que a aeronave retivesse sua força de posição como um ativo aéreo significativo dentro da frota da Força Aérea Australiana”, disse o Capitão do Grupo Sleeman. “É de suma importância que essas parcerias também tenham assegurado que a aeronave tenha voado com segurança por nossas tripulações ao longo dessas 400.000 horas de voo – uma conquista a ser celebrada e reconhecida.”

CuHnsVLUkAEtrw4 - Frota de jatos Hornet da RAAF atinge a marca de 400 mil horas de voo“Não há dúvida de que foi a dedicação e o comprometimento dos indivíduos que contribuíram para esse marco”.

Refletindo sobre este momento histórico, o Comandante do Comando da TFSPO, Capitão do Grupo David Abraham, disse que o marco demonstrou a cultura adaptável e resiliente das organizações de apoio dentro da Hornet Enterprise e o foco no sucesso da missão agora e no futuro.

“Para atender a natureza mutante do ambiente de combate aéreo, a plataforma F/A-18A/B Hornet foi aperfeiçoada por meio de muitas iterações”, disse o Capitão do Grupo Abraham.

20180427raaf8227810 0004 - Frota de jatos Hornet da RAAF atinge a marca de 400 mil horas de voo“Os talentos e os esforços concentrados do pessoal dentro da TFSPO orientaram este complexo processo com precisão – trabalhando em conjunto com o pessoal da 81ª Ala e nossos parceiros da indústria de Defesa.

“Esta contribuição coletiva em todo o Hornet Enterprise continua a ter um impacto significativo sobre a RAAF como uma organização que acolhe a inovação, mas está em constante evolução”.

Os F/A-18A/B Hornets devem ser retirados de serviço na RAAF em dezembro de 2021, com a frota sendo substituída pelos F-35A Lightning II.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS