O Canadá fez uma proposta para Austrália visando adquirir um número de caças F/A-18 Hornets.

O Governo do Canadá divulgou hoje uma nota confirmando seu interesse na aquisição de jatos F/A-18 Hornets legados e utilizados pela Real Força Aérea Australiana (RAAF), visando preencher uma futura falta de aeronaves de caça enquanto continua negociando a compra de novos caças para substituir seus atuais CF-18 Hornets.

De acordo com o comunicado divulgado pelo Public Services and Procurement Canada, “o Canadá está construindo um setor militar mais ágil e melhor equipado, assegurando o máximo cuidado e prudência no tratamento de fundos públicos”.

Em novembro de 2016, o governo do Canadá anunciou um plano para substituir a frota de caças de combate da Real Força Aérea Canadense. A Política de Defesa do Canadá, chamada de “Forte, Segura e Engajada”, divulgada em junho de 2017, reafirmou o compromisso do governo canadense de investir adequadamente nas forças armadas do Canadá.

Até que uma competição aberta e transparente possa ser completada para substituir a frota de CF-18 do Canadá, o Canadá está explorando opções para complementar a atual frota CF-18 e preencher uma lacuna de capacidade de combate existente.

No final de agosto de 2017, o Canadá iniciou discussões com o governo australiano para avaliar a compra potencial de aviões de combate F/A-18 e partes associadas que a RAAF planeja vender. No dia 29 de setembro de 2017, o Canadá apresentou uma proposta, marcando formalmente o interesse do Canadá no equipamento australiano.

O Canadá agora aguarda o recebimento de uma resposta até o final deste ano, a qual fornecerá detalhes sobre a disponibilidade e custo das aeronaves e partes associadas que o Canadá está considerando.

As discussões separadas com a Boeing, relacionadas à compra provisória de aeronaves Super Hornet, permanecem suspensas. O Governo do Canadá continua conversando com o governo dos EUA, pois explora todas as opções futuras.

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. Justin "Bieber" Trudeau fazendo besteira! Coloca a defesa e os interesses geopolíticos do Canadá em risco por causa da Bombardier e subsídios ao que tundo indica suspeitos.

  2. A Malásia está satisfeita com seus F/A-18 modernizados que operam junto dos Su-30 e com certeza servirão bem ao Canadá.

  3. Isso não vai dar em nada , jaja colocam um balaço na cabeça do Biber e pronto , chega de sociopata metro assexual !

  4. Vamos ver até onde vai essa queda de braço. Mas se houver mesmo a aquisição, não vai ser dinheiro perdido. Só vai postergar uma decisão mais “estruturada”…

  5. Que vexame para o Canadá… mas como brasileiro, não posso rir demais, mas é patético, para mim, esse imbróglio.

  6. Bom, só vai ter que obter a licença americana e contratar suporte com a… Boeing.

    Esse pessoal estatista bradando nacionalismo é melhor que o programa do Chavez.

Comments are closed.