Depois de pouco mais de 25 anos de operação, o governo japonês trocará suas aeronaves de transporte VIP 747-400.

A aeronave oficial 747 do governo japonês para transporte VIPs será desativada no final de março, depois de transportar os primeiros-ministros e membros da família Imperial por um quarto de século.

O jato também tem sido usado para assistência internacional e atividades de apoio humanitário, viajando para 100 países e regiões.

A aeronave, um Boeing 747-400 especial, entrou em uso em 1993, juntamente com um outro avião de reserva.

Os dois modelos de aeronave para transporte VIP do Japão. (Foto: Kyodo News Agency)

Devido à idade avançada do 747, a manutenção não pode mais ser realizada internamente. A aeronave será substituída por um Boeing 777-300ER especialmente preparado em abril.

O primeiro-ministro Shinzo Abe visitou 78 países e regiões em 176 viagens durante seus sete anos no cargo principal, incluindo seu primeiro mandato em 2006. O número de suas viagens ao exterior aumentou desde que ele retornou ao poder em dezembro de 2012 e ele começou a utilizar a aeronave.

Também foi usado para voos domésticos 15 vezes, inclusive para membros da família Imperial. Os primeiros-ministros usaram a aeronave para participar da cúpula do G8 em Okinawa, em 2000, e do Toyako, em Hokkaido, em 2008.

O Boeing 747-400 da JASDF.

Em 2004, o avião foi usado para trazer ao Japão descendentes de japoneses que haviam sido seqüestrados na Coreia do Norte décadas antes. No mesmo ano, levou o pessoal das Forças de Autodefesa Japonesa ao Iraque para uma missão humanitária e depois os trouxe de volta para casa. Em 2013, transportou os corpos de cidadãos japoneses mortos durante uma crise de reféns na Argélia.

O governo está discutindo como usar a aeronave após sua aposentadoria. As propostas incluem vendê-lo como avião usado, desmontá-lo para vender os componentes ou colocá-lo em exibição na base da Força de Autodefesa Aérea (JASDF) em Chitose, Hokkaido, onde o Grupo de Transporte Aéreo Especial da JASDF administra e opera a aeronave.

O Ministério da Defesa solicitará opiniões do público sobre o seu destino antes da aposentadoria, disseram as autoridades.

A nova aeronave Boeing 777-300ER da JASDF.

A nova aeronave possui uma sala de conferências, um escritório e uma sala para assessoria de imprensa, entre outras instalações, assim como o modelo atual.

O governo também terá um 777 de reserva para se preparar para circunstâncias imprevisíveis.


Fonte: Japan Times

Anúncios