Drone de combate MQ-9 Reaper.

O Ministério da Defesa da Grécia concordou em comprar três veículos aéreos não tripulados (UAV) MQ-9 Reaper, fabricados nos EUA, para aumentar sua capacidade de defesa e melhorar o reconhecimento na região do Mar Egeu, de acordo com uma reportagem divulgada na quarta-feira (24/03).

De acordo com uma reportagem da emissora grega de televisão ANT na quarta-feira, o acordo, estimado em aproximadamente 50 milhões de euros, envolve a compra dos drones General Atomics MQ-9 Reaper (também chamados de “Predator B”) e a construção de duas estações de controle.

O MQ-9 Reaper, capaz de operações de voo remotamente controladas ou autônomas, foi desenvolvido inicialmente para a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF).

É o primeiro UAV de combate projetado para voos longos, bem como vigilância de alta altitude e alta resistência.

Em 2006, o então chefe de gabinete da Força Aérea dos Estados Unidos, General T. Michael Moseley, disse: “Passamos de usar UAVs principalmente em funções de inteligência, vigilância e reconhecimento antes da Operação Iraqi Freedom, para um verdadeiro caçador de combate com o Reaper.


Fonte: Greek Reporter

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Se já existe a suspeita que os caças que os EUA vendem são “chipados” o que dirá de um drone de combate então!

  2. Resposta à Turquia, em um reequilíbrio de forças na região.

Comments are closed.