Caça Saab JAS39 Gripen da Força Aérea Húngara, em imagem ilustrativa.

No dia 11 de março de 2019, durante um exercício de tiro real no campo de testes em Hairmáskér, Hungria, um dos aviões de combate JAS39 Gripen das Forças de Defesa da Hungria ficou danificado.

O piloto do Gripen detectou o problema, suspendeu os disparos e retornou à base de Kecskemét com o caça. Nenhuma lesão pessoal ocorreu durante o evento.

A causa do problema e as circunstâncias exatas do caso serão examinadas por especialistas nacionais e suecos nos próximos dias.


Fonte: Honvedelem

Anúncios

10 COMENTÁRIOS

  1. Meu palpite é que o problema aconteceu ao disparar o canhão Mauser BK-27. A posição do estrago é a mesma do canhão.

  2. Fico imaginando quantos aviões caíram na 1WW em decorrência da falta de sincronismos de disparos da metralhadora e a hélice do avião?

  3. Como é importante ter canhões

    Se os argentinos tivessem mais 4 Kc-130 e se seus Mirages e Daggers tivessem como fazer Revo garanto que os ingleses teriam muito mais problema na guerra das Malvinas.

    O único abate de aeronave pela FAA por um A-4 contra um helicóptero foi justamente por tiro.
    Imagina se os Daggers argentinos pudessem caçar livremente os Harriers mesmo eles tendo mísseis mais avançados?

    Ah lembrando que os F-4 no Vietnam precisaram de canhões extras justamente por não virem de fábrica.
    Pode ser a arma mais antiga em um caça, mas em um batalha área é a arma que mais odiaria em ver falhar.

    • Um avião sem canhão é bombardeiro, interceptador, transporte, reconhecimento, mas não é um caça.

Comments are closed.