capa_F-86_MiG-15James Robinson “Robbie” Risner era um piloto militar norte-americano, um veterano de duas guerras, condecorado com a Cruz da Força Aérea.

Nascido em 1925, de família muito humilde, Risner teve de trabalhar na infância para contribuir em casa.

Em 1943 ele se alistou nas Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos, terminando sua formação em 1944 com a patente de Segundo-Tenente. Depois da escola de voo, Risner foi transferido para o Panamá, servindo com o 30º Esquadrão de Caça. Em 1946 sofreu um acidente de motocicleta, tendo então de ficar hospitalizado num hospital do Exército. Lá ele conheceu Kathleen Shaw, uma enfermeira que cuidou dele. Os dois foram dispensados do Exército e se casaram.

Durante a sua vida civil, James Risner não teve muita sorte em manter um emprego. Ele entrou para a Guarda Aérea Nacional de Oklahoma, onde ele poderia voar com freqüência, pilotando P-51 Mustang, que o manteve em forma na arte de voar. Em uma ocasião, ele foi pego por um furacão e teve de fazer um pouso forçado, só mais tarde percebendo que estava em território mexicano. Bandidos então o tentaram assaltá-lo, mas depois de uma intensa troca de tiros, ele conseguiu decolar e voltar para os EUA. Ele recebeu uma repreensão oficial da embaixada americana por voar um caça armado no território soberano de um país estrangeiro, mas por razões diplomáticas o voo foi oficialmente ignorado.

Coreia

Quando a Guerra da Coréia estourou, ele estava feliz por se juntar à Força Aérea mais uma vez. Risner retornou à ativa em fevereiro de 1951 e foi designado ao 185th Tactical Fighter Squadron. Lá ele foi treinado para voar o F-80 Shooting Star, o primeiro caça a jato operacional dos EUA, projetado ainda durante a Segunda Guerra Mundial, mas usado ativamente na Coréia. No último dia antes de ir para o exterior, Risner caiu de um cavalo e quebrou o braço. Sentindo que perderia a chance de lutar, ele escondeu o ferimento. Ele conseguiu convencer um cirurgião que a ferida tinha curado.

James-RobinsonEm 10 de Maio de 1952, Risner foi atribuído à base aérea de Kimpo como parte do 15º Esquadrão de Reconhecimento (15th Reconnaissance Squadron). Em Junho, o 336th Fighter-Interceptor Squadron estava procurando por pilotos experientes. James encontrou uma oportunidade para finalmente voar um avião de combate e participar dos combates. Risner tornou-se conhecido por seu F-86E ter no nariz a pintura do personagem Pernalonga (Bugs Bunny).

Seu F-86 foi logo apelidado de Ohio Mike. Após as primeiras missões, Risner não viu combate na nova unidade e tirou uma licença de três dias, indo ao Japão. Após seu retorno, no meio da noite ele foi chamado para uma missão. Quatro jatos F-86 Sabre estavam sendo atacados por catorze caças MiG 15. Ele partiu em auxílio aos F-86s e conseguiu abater um dos MiGs. Foi a sua primeira vitória aérea que aconteceu no dia 5 de agosto de 1952.

Em 15 de setembro Risner partiu numa missão para escoltar caças F-84 Thunderjet que bombardeariam uma fábrica de produtos químicos na região do rio Yalu, perto do Mar da China Oriental. Durante a operação, Risner sobrevoou o aeroporto militar Antung na China. Lutando contra um MiG a velocidades quase supersônicas ao nível do solo, Risner perseguiu o inimigo por entre um leito seco de rio e através de colinas baixas até o aeródromo 35 milhas (56 km) dentro da China.

MiG-15O piloto do MiG pedira por rádio que os artilheiros atirassem tudo o que tinham contra o segundo avião. Em segundos, a AAA chinesa cuspiam fogo Risner, que conseguiu evitá-las, tanto quanto possível. Ele continuou sua perseguição ao MiG que já estava severamente danificado pelos canhões do F-86. Risner, com pouca munição, esperou até o momento certo e pulverizado o MiG. Tudo isto sobre o aeroporto chinês.

O MiG perdeu a cobertura e pegou fogo numa das asas e logo se precipitou ao solo, de encontro a outros MiGs que estavam estacionados, destruindo-os.

O Primeiro-Tenente Willard P. Dunbar, relatou mais tarde que o piloto do MiG era um russo, que sacudiu o punho no ar como forma de revolta, em direção Risner, momentos antes de cair. No retorno à base, o Primeiro-Tenente Joseph Logan foi atingido em seu tanque de combustível acima do aeroporto Antung. Risner então provou sua natureza ousada e heróica mais uma vez.

Eles estavam voando acima do mar aberto. Risner colocou seu F-86 atrás e abaixo do F-86 avariado e, com o nariz do caça, começou a empurrar o avião de Logan enquanto seu jato estava flutuando no ar com o motor desligado.

O plano era empurrar Logan para uma região perto da ilha de Cho Do, onde o Exército dos EUA mantinha um posto avançado com helicópteros. A visão de Risner foi fortemente obscurecida pelo combustível e fluido hidráulico que vazava sobre a direita do cockpit, até que ele foi forçado a quebrar o contato.

Logan passou um rádio para Risner: “Vejo você de noite na base!

MigChasingF86Infelizmente, depois de tanto esforço, ao saltar e pousar em segurança no mar, Logan morreu sufocado ao ficar preso nas cordas do velame.

Após quebrar o contato, Risner estava com problemas. Estava sem combustível. Sem motor ele planou até Kimpo, conseguindo pousar.

James Robinson Risner voou 108 missões de combate e abateu 8 inimigos, todos jatos MiG.

Vietnã

Após Coréia, ele foi designado para lutar no Vietnã, aonde se estabeleceu como um dos principais pilotos da Força Aérea. Numa missão ele foi abatido e mantido prisioneiro de guerra em Hanói.

F-105

Risner foi promovido a coronel após sua captura, com uma data de patente de 11 de novembro de 1965. Ele fazia parte do primeiro grupo de prisioneiros libertados na Operação Regresso (Operation Homecoming) em Fevereiro de 1973. No mesmo ano, a USAF designou-o para a 1st Tactical Fighter Wing, onde se tornou combatente de F-4 Phantom II.

Mais tarde promovido a comandante da 832d Air Division, pilotando o caça-bombardeiro F-111. Ele foi promovido a general de maio de 1974. Em agosto de 1975 se tornou vice-comandante da Tactical Fighter Weapons Center. Em 1976 ele se reformou. Risner morreu em 22 de Outubro de 2013, vítima de um AVC


FONTE: War History


Leia mais: AERONAVES FAMOSAS: North American F-86 Sabre


Fale comigo: giordani@cavok.com.br


Curta nossa página no FaceBook: facebook.com/cavokbrasil

 

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. Quanta determinação. Foi prisioneiro de guerra no Vietnan por mais de 7 anos, depois de libertado, volta a pilotar F-4 e F-111. Essa geração que cresceu nos anos 20 e 30, eram pessoas de AÇO, tanto homens quanto mulheres. Que geração forte e determinada. Os feitos de pessoas dessa geração são incríveis…

  2. Giordani,

    Esse incidente, no qual o F-86 de Risner "empurrou" o caça do companheiro, lembrou-me de um episódio tão peculiar quanto: "Pardo's Push". Fica a diga pra uma matéria…!

Comments are closed.