malvinas 00 - Guerra das Falklands/Malvinas: uma guerra singularEntre os dias 2 de abril e 4 de junho de 1982, ingleses e argentinos travaram a mais singular guerra do século XX.

A guerra travada entre argentinos e britânicos em 1982 é de conhecimento público. Rara são as informações novas, pois em via de regra, todo o contexto já foi contado, mas este conflito foi a mais singular guerra do século XX.

No dicionário, o conceito para guerra é um confronto sujeito a interesses da disputa entre dois ou mais grupos distintos de indivíduos mais ou menos organizados, utilizando-se de armas para tentar derrotar o adversário. Nas Falklands tivemos a clássica formação: dois Exércitos definidos e um pedaço de terra em disputa. Acontece que as principais guerras travadas desde 1800 sempre envolveram grandes centros populosos. Foi assim na Guerra dos Farrapos (1835-1845), foi assim na Guerra do Ópio (1839-1842), foi assim na Guerra da Criméia (1853-1856), Guerra do Paraguai, Franco-Prussiana, Primeira, Segunda Guerra Mundial, Coreia, Indochina, Suez, Vietnã…

malvinas 2 - Guerra das Falklands/Malvinas: uma guerra singularSempre a população estava envolvida no fogo cruzado entre as forças beligerantes, mas no caso das Malvinas, a diminuta população da ilha estava praticamente toda concentrada na capital. E ainda hoje é assim.

Em 1982 quando as forças argentinas invadiram as ilhas, a população contava pouco mais de mil habitantes. Como ela estava concentrada num determinado ponto, todo o resto da ilha era um gigantesco campo de batalha sem uma viva alma. Ao todo, apenas 3 civis morreram no conflito.

Quem já jogou paintball entende perfeitamente. Sabendo-se que a região é desolada, quem vem na direção contrária só pode ser o inimigo. Uma coisa é um conflito-relâmpago como do Cenepa, que também não envolvia a população local, mas estes conflitos não são guerras abertas como foi nas Falklands. E como fato curioso, nunca houve declaração de guerra por nenhuma das partes.

Este foi o diferencial desta guerra. O choque foi de Exército contra Exército, sem interferências, com avanço rápido. Não foi uma luta como no Vietnã, Afeganistão ou Iraque, onde em cada esquina, em cada árvore, em cada gruta tinha uma surpresa e cada metro ganho era conquistado com litros de sangue.

Especial Malvinas Abertura 1 - Guerra das Falklands/Malvinas: uma guerra singularNo mais, não há nada de novo para contar. Talvez em 2032 o governo britânico libere alguns dados novos, já que as informações de guerra receberam a classificação de 50 anos. Quem sabe nesse ano poderemos ver os vídeos dos Mirages argentinos sendo abatidos…


– Giordani –

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. A última ilustração é a melhor de todas! É a definição perfeita em desenho! kkkk
    .
    No mais chega de "malvinas" o nome do arquipélago é FALKLANDS.

    • É MALVINAS! Reino Unido fica a mais de 12 mil km… Precisa falar mais alguma coisa?

      • Precisa sim. Desde que foram descobertas as Falklands foram ocupadas por espanhöis, franceses e ingleses, jamais por argentinos. E quem a habita sao ingleses, nao importa a distância, é território britânico e ponto final.

      • Precisa falar sim Wehrmacht boy, que a presença britânica nas ilhas remonta a 1765. Ou seja, antes da Argentina existir como nação independente.

  2. Arriscar e tirar a vida de jovens por um arquipelogo praticamente inutil, é no minimo a cara dos latino americanos.
    Alguém aqui duvida que se os argies tivessem vencido aquela ilha continuaria a ser um "ninho" de bosta de pássaros.

Comments are closed.