ANTES: O Vulcan encontrado pelo curador do museu, com a parte frontal apontando para o céu.

Um bombardeiro da época da Guerra Fria Vulcan B2 que pendeu para trás devido a neve acumulada sobre as asas no dia 9 desse mês (veja matéria aqui no Cavok), foi recolocado na posição normal na terça-feira, dia 19, com a ajuda de engenheiros e de um guindaste.

DURANTE: A ajuda para o serviço de recolocação do Vulcan na posição original veio de uma empresa privada e de voluntários.

O Avro Vulcan B2 (XL319) foi encontrado, pelo curador do Museu North East Air, em Sunderland, no Reino Unido, com a parte frontal apontando para o céu no início desse mês.

Dormentes de ferrovia foram colocados sob o trem de pouso dianteiro para prevenir que esse fosse danificado caso a neve derretesse sobre as asas.

Um guindaste e especialistas ergueram o trem de pouso na terça-feira, recolocando a aeronave na sua posição normal. A ajuda veio de uma empresa privada e de voluntários.

DEPOIS: Guindaste ajuda na recolocação do Vulcan na posição original no Museu.

A quantidade de neve que caiu no início do mês na região havian feito com que o Vulcan pendesse para trás e ficasse com o trem de pouso levantado a cerca de 2,4 metros do solo.

O Curador do Museu Keith Davison disse que ele estava “nas nuvens” por ver a aeronave novamente na suas posição original, e que amarrará a aeronave para que não penda novamente para trás.

O Vulcan do museu servia com os esquadrões 617 (“Dambusters”), 44 e 83 os quais eram baseados em Waddington ou Scampton. Foi o segundo Vulcan B2 entregue ao Esquadrão 617 no dia 20 de outubro de 1961, e um dos 20 existentes e ainda completos bombardeiros Vulcan em exposição.

A aeronave fez parte do arsenal nuclear do Reino Unido durante a Guerra Fria, e também foi usado em missões de bombardeiro convencional durante a Guerra das Malvinas ou Falklands.

Existe apenas um bombardeiro Vulcan voando atualmente em todo mundo, a aeronave XH558, que depende de doações de fãs e entusastas para continuar operando e participando de shows aéreos pela Europa, conforme divulgado aqui no Cavok. O restante está exposto em museus.

Fonte: BBC – Tradução e Adaptação do texto: Cavok

Anúncios