A Gulfstream disse que a demanda pelo G650 continua alta. (Foto: Gulfstream)

A Gulfstream Aerospace entregou recentemente a 300ª aeronave da família Gulfstream G650. Este marco vem pouco mais de cinco anos depois que a aeronave entrou em serviço em dezembro de 2012.

“A contínua popularidade e demanda pelo G650 afirma sua posição como líder no segmento de alcance ultralongo”, disse Mark Burns, presidente da Gulfstream. “A aeronave registrou um impressionante acúmulo de pedidos quando a anunciamos em 2008, e esse acúmulo ainda é forte hoje. A introdução do G650 foi um ponto de virada – não apenas para a Gulfstream, mas para a indústria como um todo. Nós nos propusemos a mudar o jogo e, finalmente, fizemos exatamente isso.”

O G650 é a aeronave de cabine grande e não supersônica mais rápida a circunavegar o globo, tendo voado para o oeste ao redor do mundo em um recorde de 41 horas e 7 minutos, conquistando 22 recordes de velocidade entre cidades pares ao longo do caminho.

No final de 2017, o G650ER provou suas capacidades de desempenho com um recorde mundial, estabelecendo cinco recordes em seis dias, incluindo Nova York para Paris e Tóquio para Nova York. Juntas, as aeronaves estabeleceram 70 recordes entre cidades pares.

O G650 pode voar até 7.000 milhas náuticas / 12.964 quilômetros voando em Mach 0,85. A variante de alcance estendido, o G650ER, pode voar até 7.500 nm / 13.890 km numa mesma velocidade de cruzeiro. Ambas as aeronaves são capazes de uma velocidade operacional quase supersônica de Mach 0,925.

O G650 e o G650ER apresentam configurações de cabine altamente personalizáveis ??e premiadas, com até quatro áreas de convivência, 100% de ar fresco, a menor altitude de cabine do setor e 16 grandes janelas panorâmicas projetadas pela Gulfstream.

O G650 também ganhou o prestigioso Robert J. Collier Trophy, que é apresentado anualmente para inovação em desempenho, segurança e eficiência de veículos aéreos ou espaciais.

SEM COMENTÁRIOS