Embraer
Há 46 anos era criada a Embraer – Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A, responsável pela fabricação e exportação de aviões militares, comerciais, executivos e agrícolas.

A Embraer foi fundada em 19 de agosto de 1969 pelo engenheiro Ozires Silva, militar formado pelo ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica, com o desenvolvimento do primeiro avião chamado de Bandeirante.

1_2-Fabrica_q_será_fabricado_o_Bandeirante_media
Unidade São José dos Campos / Embraer
1_3_-_Bandeirante_IPD_6504_alta
EMB 110 Bandeirante / Embraer

Dez anos depois a Embraer conquistou grande relevância no cenário internacional com projetos dos aviões Brasília, Xingu e Bandeirante.

Em 1994, no governo do Itamar Franco, a economia do Brasil vivia uma crise. A estatal foi então privatizada. O presidente Ozires Silva liderou o leilão e reestruturou a administração da empresa. A Embraer se tornou a mais importante companhia negociada na Bolsa de Valores de São Paulo, a Bovespa, sendo denominada blue chips, que é a que mais rende a acionistas e funcionários.

Ozires Silva
Ozires Silva – seu nome é reconhecido no mundo inteiro como uma referência no mercado.

Com uma receita líquida de mais de R$ 12 bilhões, a empresa passou em 2012 à quarta posição mundial no setor, abaixo da principal concorrente, a canadense Bombardier, da Airbus que é um consórcio europeu e da norte-americana Boeing.

Essa queda para a quarta posição foi uma decisão estratégica para ampliar o mercado na linha executiva e de defesa. Essa estratégia levou a Embraer a ser a empresa que mais cresceu, em 2012.

1_capa1_media
Família EMBRAER 170 / 190 voa em formação / Embraer

Hoje, é a terceira maior fabricante de jatos do mundo, perdendo apenas para a Boeing e a Airbus. É a maior empresa brasileira na área de exportação, além de ser líder mundial de vendas no mercado de jatos.

E-Jets-E2-Embraer
E-Jets E2 / Embraer

Com um patrimônio de mais de R$ 17 bilhões possui 46% de suas ações sendo negociadas na Bolsa de Valores de Nova York e 54% na Bovespa.

cruzex_a-1
Embraer A-1 AMX / Foto: Sgt Johnson, FAB
A-29 Super Tucano - Foto: Sgt Resende, FAB
Embraer A-29 Super Tucano / Foto: Sgt Resende, FAB
1_030301_0176_b_RGB
EMB 145 AEW&C em Vôo / Embraer
1_AGS_000347_media
EMB 145 AGS em vôo / Embraer

Por meio das empresas de segurança e defesa, a Embraer ajuda o Brasil a proteger as fronteiras. O maior cliente é a Força Aérea Brasileira, atuando no monitoramento de cerca de 650 km de fronteira nas divisas entre Brasil, Paraguai e Bolívia.

Aeronave de transporte militar KC-390, por ocasião do seu primeiro voo, realizado no dia 03.02.2015, na cidade de Gavião Peixoto, SP (Foto - Embraer) (1)
Aeronave de transporte militar KC-390, por ocasião do seu primeiro voo, realizado no dia 03.02.2015, na cidade de Gavião Peixoto, SP / Embraer

divider 1

TEXTO: EBC – EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: Embraer

Feliz aniversário, Embraer!

O Brasil tem orgulho em ti…

Anúncios

11 COMENTÁRIOS

  1. Tem uma turmitcha doida pra estatizar e colocar uns cumpanheiros lá….rs…

    • É, os cumpanheiros que acham que podem fazer aqui no Brasil o que Chávez fez na Venezuela e Evo Morales fez na Bolívia. Não passam de devaneios deles. Porque é um caminho sem volta.

  2. Lembro quando a EMBRAER começou a montagem dos "Xavantes" nos anos 70, foi um grande avanço técnico para a Empresa….Nos anos 80 veio o consórcio para fabricar o AMX…Depois veio EMB-120, 190, Tucano, 390…ou seja, passaram-se 45 anos desde o Xavante…A Empresa hoje é um dos grandes fabricantes de aeronaves comerciais, tem um enorme parque tecnológico, uma grande possibilidade de "maiores projetos", e novamente nossos Governantes estão errando em nossa estratégia nacional…Comprando o Gripen…
    Minha posição é que, desde os anos 70 temos uma EMBRAER em desenvolvimento constante e com capacitação técnica cada vez maior…Então, já que desde os anos 70 nossa FAB está capenga e vai ficar capenga até 2020, no minimo, então que fique assim até 2030, e que todos estes recursos sejam já aplicados no desenvolvimento de nosso próprio caça…mesmo que tenhamos que colocar um R-33 para empurra-lo…isto sim faria jus a EMBRAER…Empresa BRASILEIRA de Aeronáutica….Delirios!

  3. Simbolicamente, a criação da Embraer fez jus ao pioneirismo de Santos Dumont. Muito além disso, foi um marco para o Brasil, pois inseriu este país do futebol, do carnaval e dos índios, no mundo da tecnologia de ponta, ao menos no setor aeronáutico. Creio que a força do estado foi importante para seu nascimento, caso contrário seria difícil imaginar sua existência, mas foi com a privatização que sua sobrevivência foi garantida e esse gigante alçou voo.

  4. Parabéns a Embraer,

    46 anos de realizações e sucesso. Claro que um caminho que não foi somente céu de brigadeiro, mas conseguiu atravessar as crises e se consolidar no mercado de regionais e executivo. Poderia estar bem também no segmento militar, o ST está ae para demonstrar. Poderíamos ter desenvolvido um caça leve/Lift, e o KC-390 poderia estar sendo desenvolvido dentro do cronograma. No Gripen, poderíamos estar bem mais envolvidos se tívessemos entrado no projeto em 2009/10. Mas… aqui é Brasilsilsil… 😛

    []'s

  5. Faltou comentar os números antes e depois da privatização, antes a Embraer não valia o que o gato enterra e hoje ela estando na mão dos burgueses ela paga milhões em impostos e gera um lucro enorme pro governo.

    • Quando a Embraer era estatal os diretores levavam os amigos para voar nos aviões.
      Com dinheiro público, é claro.

Comments are closed.