Dois esquadrões da FAB utilizam o Black Hawk, sendo um deles o 5° Esquadrão do 8° Grupo de Aviação (5º/8º GAv) - Esquadrão Pantera, de Santa Maria. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Dois esquadrões da FAB utilizam o Black Hawk, sendo um deles o 5° Esquadrão do 8° Grupo de Aviação (5º/8º GAv) – Esquadrão Pantera, de Santa Maria. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

No ano de 2016, o 7° Esquadrão do 8° Grupo de Aviação (7º/8º GAv) – Esquadrão Harpia – completa 30 anos de existência e, juntamente com essa expressiva marca, comemora também 10 anos desde que as aeronaves H-60L Black Hawk chegaram à Força Aérea Brasileira.

Na região amazônica, o Esquadrão Harpia foi o primeiro a receber o Black Hawk. (Foto: Agência Força Aérea)
Na região amazônica, o Esquadrão Harpia foi o primeiro a receber o Black Hawk. (Foto: Agência Força Aérea)

No dia 27 de julho de 2006, teve início uma nova era no 7º/8º GAv. Nesta data, os primeiros pilotos de Black Hawk do Esquadrão Harpia recebiam em Huntsville, nos Estados Unidos, a primeira aeronave H-60L do Esquadrão, o FAB 8901. O translado teve início no dia 29 de julho e durou 06 dias.

Uma década da aeronave H-60L operando na FAB. (Foto: Agência Força Aérea)
Uma década da aeronave H-60L operando na FAB. (Foto: Agência Força Aérea)

Até a chegada a Manaus, a tripulação cruzou várias cidades dos EUA e ilhas da América Central para enfim adentrar ao território brasileiro por Boa Vista (RR). Na chegada, houve uma cerimônia militar na Base Aérea de Manaus (BAMN), com a presença de todo efetivo da Guarnição de Aeronáutica de Manaus, ficando o evento marcado pra sempre na história do 7º/8º GAv.

As aeronaves do Esquadrão Harpia operam a partir da Base Aérea de Manaus. (Foto: Agência Força Aérea)
As aeronaves do Esquadrão Harpia operam a partir da Base Aérea de Manaus. (Foto: Agência Força Aérea)

A chegada das novas aeronaves trouxe um grande ganho operacional para o Esquadrão. Maior capacidade de carga, maior autonomia, mais segurança, além da capacidade de operar 24 horas por dia, foram alguns dos principais pontos positivos dessa aquisição.

Entre as missões realizadas pelo 7º/8° GAv, estão as de infiltração e exfiltração de tropas (utilizando as técnicas de Rapel, Pouso de Assalto e McGuire), Busca e Salvamento (SAR) e Busca e Salvamento em Combate (CSAR), tanto na selva como no mar. Realiza também missões de apoio social e humanitário com as populações ribeirinhas e indígenas, atuando principalmente nas campanhas de vacinação do Ministério da Saúde, missões presidenciais, missões de ajuda humanitária a outros países, além de apoiar os mais diversos órgãos da FAB.

Um Black Hawk do Esquadrão Pantera pousa na Base Aérea de Canoas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)
Um Black Hawk do Esquadrão Pantera pousa na Base Aérea de Canoas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Na FAB, o 5° Esquadrão do 8° Grupo de Aviação (5º/8º GAv) – Esquadrão Pantera, sediado na Base Aérea de Santa Maria (BASM), no Rio Grande do Sul, também opera o H-60L.

Fonte: 7º/8º GAV

15 COMENTÁRIOS

  1. Quantos BH a FAB opera, existe planos de novas aquisições………..

  2. Curiosidade:
    Uma vez estava no Pará, e uns indios fecharam uma ponte de uns 3m na BR, proibindo as pessoas de entrarem na cidade.
    A reivindicação deles: Estavam asfaltando a BR e eles queriam que primeiro asfaltassem a entrada da aldeia deles, já que eles achavam ruim andar sem asfalto com as L-200 que o governo deu pra eles.
    Bom, fechado a ponte, depois de umas 4h, veio um desses Black Hawk com um ministro, não sei quem, para dialogar com os índios.
    E como eu estava ao lado do aeroporto, e a ponte era ali perto tb, eu fui lá e entrei e tirei foto com esse Black Hawk!

    Mas é o fim da rosca o que acontece com nossos materiais militares, no caso desse uso, e com nossa verba do GF em casos como esse….

  3. Sem restrição alguma, disponível 24/7!
    Viva os BlackHawks! Esses deveriam ser a prioridade em helicópteros nas Forças Armadas.

  4. Temos 16 UH-60 na FAB, para o exercito 4, que é quase nada pela sua importância e Marinha 6. Números baixos para o melhor helicóptero disponível.

  5. Para lembrar, a versão da marinha é o SH-70 Sea Hawk e para o exército S-70A.

    • Nunca entendi muito bem o que diferencia o S-70 do H-60, seria somente nomenclatura ou equipagens distintas?
      Saberia me dizer?

      • S-70 é uma designação do fabricante para o modelo básico utilitário, com nome militar de UH-60.

  6. Uma dos melhores da sua categoria, e em alguns casos até de outras categoria rs. Abçs

Comments are closed.