Helicóptero Mi-17 da Força Aérea Indiana.

Um helicóptero Mi-17 da Força Aérea Indiana (IAF) foi abatido por um míssil disparado pela defesa aérea da IAF que o confundiu com um avião inimigo na Caxemira, no dia 16 de fevereiro, quando jatos indianos e paquistaneses estavam envolvidos em um combate aéreo.

A IAF na época disse que a queda ocorreu por razões técnicas, que acabou matando todos os seis militares indianos a bordo.

“O helicóptero foi derrubado por um míssil terra-ar da IAF que confundiu a aeronave como hostil, revelaram investigações iniciais”, informou hoje o jornal Hindustan Times citando fontes da IAF.

Desde então, a IAF removeu o comandante da Base Aérea Srinagar, o oficial mais antigo da base, por circunstâncias relacionadas ao acidente de um helicóptero Mi-17 perto de Srinagar. Um Tribunal de Inquérito continua a investigar o assunto e a IAF se recusou a comentar o assunto.

O inquérito preliminar sobre o acidente supostamente indicou vários lapsos que levaram ao trágico acidente, segundo a reportagem. Por exemplo, o controle de tráfego aéreo chamou o helicóptero de volta, mesmo quando o engajamento aéreo entre caças indianos e paquistaneses se intensificou.

“O helicóptero deveria ter sido enviado para uma zona mais segura, em vez de ser chamado de volta à base”, disse o jornal Hindustan Times, citando um alto funcionário do Ministério da Defesa que não quis ser identificado. “O helicóptero deveria ter sido vetorado para a zona pré-designada destinada a aeronaves amigáveis ??para permanecer até que o alerta fosse cancelado”, acrescentou o funcionário.

Todas as bases designaram o espaço aéreo para aeronaves amigas em caso de alerta de defesa aérea. “Plataformas de defesa aérea como sistemas de mísseis, armas de defesa aérea etc. são mantidas livres; eles estão livres para se envolver em qualquer aeronave que não se identifique como “amigável” através do IFF ou permanecendo confinado ao espaço aéreo designado para aeronaves amigas”, acrescentou o segundo oficial sênior.

Neste caso, a Identificação de Amigo ou Inimigo (IFF) – um sistema de identificação baseado em transponder que informa os radares de defesa aérea se a aeronave que entra é amigável – foi desligada, contra o protocolo estabelecido. “Se o sistema IFF estivesse ligado, os radares de defesa aérea teriam pelo menos identificado o helicóptero como uma aeronave amigável”, disse o segundo alto funcionário do Ministério da Defesa.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Fogo amigo é a pior coisa que pode acontecer em qualquer combate.
    Adestramento, comunicação e principalmente sangue frio pra analisar e tomar decisões (quando há tempo pra isso).
    Soldado "dedo mole" é capaz de causar mais estrago que o inimigo.

  2. Tenho mais medo da Índia com suas armas nucleares, do que a da Coreia do Norte.

Comments are closed.