Um Mi-28N russo fez um pouso de emergência em Hamas, na Síria. (Foto: Alan Wilson – Imagem ilustrativa)

Um helicóptero de ataque Mil Mi-28N Havoc da Rússia fez um pouso de emergência na Síria, disse na sexta-feira o Ministério da Defesa russo após rumores que o helicóptero havia sido abatido pelo Estado Islâmico.

Em 6 de outubro de 2017, um helicóptero Mi-28 teve que fazer um pouso de emergência devido a problemas técnicos. O incidente ocorreu enquanto o Mi-28 estava escoltando outro helicóptero, um Mi-8, que transportava pessoal do Centro Russo para a Reconciliação de Partes em Conflito“, disse o Ministério da Defesa (MoD).

A tripulação do helicóptero não sofreu nenhum ferimento. Os pilotos foram levados para uma base aérea por uma equipe de busca e resgate, de acordo com o MoD russo.

Conforme o relatório da tripulação e o exame da aeronave, não houve ataque de fogo“, afirmou o Ministério da Defesa.


FONTE: TASS

22 COMENTÁRIOS

  1. Que coisa mais disforme , é um milagre um troço deste voar , se a Russia importasse petroleo dificilmente poderiam utilizar as maquinas "seca pré-sal" !

    • amigo, qualquer equipamento russo para voce ou é lixo, ou ultrapassado ou feio, ou tudo isso junto. Porque este ódio todo? algum russo te fez mal? algum russo malvado tirou o doce da sua boca quando era criança? conte para nós o que te aflige e tentaremos te ajudar!!!!!
      agora voce pode se gabar dos F-5 e dos helicopteros esquilo de ataque que sua força aérea tem…. não tem pra ninguem!

      • Não tem como bloquear usuários no intensedebate?
        No disqus é simples.

        • Dê uma lida nas normas do BLOG , veja se ha alguma proibição de fazer criticas a "produtos Russos" , no mais relaxe e respire a liberdade de expressão !

          • Eu gostaria de ter o direito de não ler suas sandices, só isso.
            No Facebook é fácil, no disqus também.
            :/

            • Com todo respeito, caro Carlosmr, por mais infantil que seja a opinião do interlocutor mencionado, ele tem o direito de tela, e cabe a nós ter o dissernimento de dar a devida importância ou não. Mas não adianta simplesmente colocar a cabeça em um buraco e só vermos o que seja agradável.
              Em minha opinião, quando se ataca muito algo, como no exemplo, equipamentos russos, isso só acarretará, nas pessoas que lêem, mais curiosidade sobre o assunto, resultando em efeito contrário, ou seja, acaba ajudando a premover tal coisa.
              Um exemplo é o Bolssonaro, ele era bem conhecido como deputado apenas para pessoas ligadas à área policial e militar. De tanto ser atacado pelos "esquerdistas" (não gosto desse termo, pois acho que é uma visão mono dimensional da política), acabou sendo promovido por eles, pois desperta a curiosidade sobre a pessoa, quando os curiosos pesquisavam sobre ele, acababam se identificando e muitos a admira-lo, passando a informação para outros.
              Ou seja, quando se ataca algo ou alguém que não possue muita importância ou poder, você acaba promovendo o atacado, pois temos sempre uma inclinação de ficar do lado do mais fraco, do atacado. Se nós nos identificamos com seus valores, a inclinação para o seu lado fica ainda maior.
              Nesses casos, em minha opinião, não devemos ignorar o que não gostamos, mas ter o bom senso de lar a devida importância.

              Ps: Não quero que interpretem que sou contra o Bolssonaro, mas acredito que muito de sua popularidade, foi devido aos ataques que sofreu, fazendo que os valores que ele defende fosse disseminados, e em sua maioria, também concordo a nível pessoal, principalmente a defesa da família e o "Estado" não inteferir nela, como anda acontecendo.

      • Não possuo força aerea , se tivesse ,certamente eu a equiparia com produtos finos , bem acabados , economicos eficientes , o Rafale estaria nela certamente ´mas ha aqueles que preferem micos de circo que dão cambalhotas !

          • Te dou um exemplo da Finess : O RAFALE , vejam as linhas suaves , a simetria entre as tomadas de ar e a estrutura da aeronave , observe a "ergonomia " da cabine , manche não centralizado , controles ao alcance dos dedos , painel bem projetado e a ausência de rebites enormes na parte externa , isso se traduz na "fines do projeto , ahhh ,va lá ,vc entenderam , duvido que discordem da beleza impar do Rafale !

            • Colega… finess de produto vc tem em um Mercedes Classe S, heli de ataque não tem que ser bonito, ele só precisa ser eficiente.
              Robô anti-bomba também é um treco horrível de se ver mas ele não está lá para ser charmoso.
              E sim vc tem razão os produtos Russos não são "bonitinhos", os ocidentais agradam mais aos olhos. Porém vc precisa entender que um produto Russo pode fazer muito estrago assim como o ocidental e eu acho que é isso que conta em uma guerra correto?
              Se os armamentos Russos fossem essa porcaria toda que vc cita acredito que a Turma do Bolinha do Tio Sam não iria ter tantas bases da Otan posicionadas ao longo da fronteira com a Rússia.
              Em uma possível e improvável guerra você pode ter certeza que antes de serem derrotados os Russos e seus armamentos cheios de rebites iriam causar muitas baixas em equipamentos com rebites finos dos ocidentais.

  2. E o que foi feito do heli ? Destruiram o aparelho ou carregaram para a base ?

  3. Esse helicóptero é um projeto que está fazendo sua estréia num cenário real. Muitas lições estão sendo aprendidas. felizmente os pilotos estão bem.

    estatisticamente é Irrelevante considerando-se o numero de vôos feitos pelos russos na Síria.

  4. Uma nave cair não é problema…só cai quem voa..

    O HAVOC está em serviço a mais de 10 anos e já esteve em combate na Chechênia.

    O defeito para mim é a Rússia gastar com 3 helicópteros de ataque.

    Eu centraria em no máximo 2, se possível um só.

Comments are closed.