Com a nova aquisição confirmada, o número de caças F-35A da Real Força Aérea da Holanda poderá chegar em 46.

A Holanda decidiu comprar oito ou nove caças a jato F-35A Lightning II adicionais.

“Estes estão acima das 37 aeronaves que o gabinete anterior já havia decidido. E no próximo gabinete, o orçamento de defesa terá que ser aumentado novamente. Também somos obrigados a fazê-lo dentro do programa da OTAN,” disse o ministro da Defesa Ank Bijleveld em uma entrevista para o Trouw. “Dentro da OTAN, ainda oscilamos na parte inferior em termos de despesas. Então teremos que dar passos extras. No próximo ano, teremos uma revisão da lei de defesa. Isso deve estar pronto para o segundo trimestre de 2020”.

Segundo o ministro da Defesa, o número exato de aeronaves F-35A que serão compradas depende da taxa de câmbio do dólar no momento da compra. O orçamento tem destinado 1,5 bilhão de euros para as forças armadas.

O restante do dinheiro continuará melhorando as condições de trabalho, as unidades especiais das forças armadas e a guerra digital, disse o ministro.

Após anos de disputas, em 2014 o governo concordou que a Holanda compraria 37 F-35A para substituir a frota atual de F-16s antigos. O custo dos 37 aviões foi então de € 4,6 bilhões, enquanto os custos operacionais serão de 285 milhões de euros ao ano.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Huahaha… "Obrigados" a cumprir o programa da Otan… Os caras admitem, indiretamente, que estavam parasitando "alguém". O Trump não estava de brincadeira.

  2. Em breve haverão mais F-35s que F-16s em operação…Em 2020 serão entregues mais F-35s do que todos os Gripens encomendados até o momento.

Comments are closed.