Caça Kfir Block 60 da Força Aérea Colombiana.

Durante o Paris Air Show 2019, a empresa israelense IAI teria oferecido à Força Aérea Colombiana (FAC) uma versão melhorada da aeronave IAI Kfir, chamada Kfir NG (Next-Generation).

Segundo a publicação Jane’s, a Colômbia, que opera aeronaves Kfir desde 1989, está em busca de uma nova plataforma de combate aéreo, à qual a IAI ofereceu essa nova versão, que oferece melhorias estruturais, um novo motor General Electric F414, novo sistema de datalink e um radar AESA.

Os 22 caças Kfir que a IAI modernizou para a FAC foram elogiados pelos militares, que agora querem dar um passo para melhorar ainda mais os jatos com o Kfir NG que parece um ajuste perfeito para uma substituição adicional.

O representante da IAI citado por Jane, o chefe da Aviação Grupo IAI, Yossi Melamed diz que os combatentes Kfir colombianos foram atualizados para o padrão Kfir Block 60, suas fuselagens foram levados a “hora zero”, e acrescentou, sem entrar em detalhes, que o Kfir NG integra recursos mais atualizados.

Também estaria avaliando melhorias para aumentar sua capacidade de combustível. Não foi especificado se os aviões que a IAI ofereceria são completamente novos, ou se são aeronaves dos excedentes israelenses que seriam atualizados ou se essas melhorias seriam aplicadas às aeronaves Kfir Block 60, que estão atualmente em operação na Colômbia.

A FAC já possui a infra-estrutura necessária para fornecer apoio logístico ao Kfir NG, os pilotos conhecem o sistema de armas, possuem simuladores de vôo e até mísseis ar-ar.

O Sri Lanka também disse que assinaria um acordo para colocar em operação seus aviões Kfir, despertando também o interesse do Equador, que também possui aviões Kfir, que estão fora de serviço depois de serem substituídos por aviões Cheetah da África do Sul.

Anúncios

11 COMENTÁRIOS

  1. Muito bonita a primeira foto, mas por um motor Audi V10 (dos Audi R8/Lamborghini Huracán) num DKW Vemag Belcar não melhora as coisas…

  2. Na atual situação das FA na América do Sul e dependendo do valor do negócio, o Kfir ainda seria uma boa opção pra manter a Força aérea Colombiana com certa capacidade de combate. Melhor que cair ao nível dos argentinos…

  3. Não sei qual armamento dos Kfir Colombianos, porém não se iludam, se bem armados com pilotos bem treinados e com manutenção em dia esses caças podem garantir a Defesa Aérea Colombiana contra qualquer invasor da América Latina. A Colombia só não tem capacidade ofensiva pq a quantidade de caças no inventário é pequena, pq se fosse maior poderia muito bem derrubar F-5, F-16, Su-30, Mirage 2000 e por aí vai… É uma excelente plataforma, os Israelenses sabem muito bem disso.

    • E ainda digo mais, meu caro Jodreski: 2 esquadrões FULL OPERACIONAIS desse Kfir NG (se a aeronave for de fato o que prometem) mais uma bateria anti-aérea boa (tipo S-300 ou Patriot equivalente) deixariam a Colômbia praticamente invulnerável frente a seus possíveis inimigos na AL (Venezuela, Equador, Panamá e Peru).

      Boa tarde!

  4. Existem células novas de Kfir? Se existirem é um boa opção, mas se forem células usadas vai depender da idade das células!

    • Não existem células novas, nem é preciso.
      A IAI tem condições de estender a vida util das células para mais uma vida com novo motor e aviônica.

  5. É uma solução de baixo custo para os dias atuais, que troca uma plataforma moderna em prol de avionica de ponta, no mesmo padrão que usamos para nossos F-5.
    Nada mais que um tampão até o advento de uma plataforma realmente moderna.

  6. Com um motorzão desses, aviônica e radar de ponta essa máquina impõe muuuiitttooo respeito – muito mais capaz do que os F-5sM e os Migs que operam na AL… Sem contar que os colombianos são bastante zelosos na formação de seus pilotos!

  7. Não perece um negocio ruim não, a Colômbia já tem experiencia na operação desta plataforma, já tem ferramental e doutrina. A economia seria imensa e se vier de acordo com que prometem os Israelenses, é um avião de se respeitar, eficiente e dentro do orçamento. Com um bom suporte de alerta antecipado e boa cobertura de baterias antiaéreas esse avião equipado com misseis modernos a Colômbia ficaria muito bem servida…..

Comments are closed.