Latakia 21 Setembro

Na última imagem de satélite, divulgada hoje, é possível confirmar a presença de 28 aeronaves de combate russas na Base Aérea de Bassel al-Asad, sendo quatro caças multifuncionais Su-30SM, doze aeronaves de ataque Su-25, e doze bombardeiros táticos Su-24.

Latakia 21 Setembro (1)

O Cavok noticiou ontem a respeito do aumento exponencial da presença militar russa na Síria, com pelo menos 28 aeronaves de combate tendo sido já enviadas à Base Aérea de Bassel al-Asad, ao sul de Latakia, na costa mediterrânea do país, fora os helicópteros de combate e sistemas antiaéreos.

Reveja como foi a chegada dos Su-24 Fencer à Síria

https://youtu.be/6JYEmXJ60Yc

Releia:

Rússia amplia exponencialmente sua presença militar na Síria

IMAGENS: Aeronaves russas enfileiradas em Latakia, na Síria

divider 1FONTE: The Aviationist – EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: CNES 2015, Distribution Airbus DS, e retratam o evento

Anúncios

63 COMENTÁRIOS

    • resolveria mesmo, o problema da Russia em obter a carcaça de uma aeronave stealth americana o último foi o F-117, ou seria a Besta de Kandahar?

      • Os russos possuem radares capazes de "ver" um B-2 taxiando nos EUA, acho que o "abiguinhu" aí não tem a menor noção de como as coisas realmente são.

        • Mas esse radar não impede nada, nem se sabe se consegue diferenciar que avião está detectando além de ter péssima resolução.

          Já li sobre radares OH australianos que detectaram um b-2 decolando, sobre radar russo detectarem aeronaves taxiando no EUA eu nunca vi.

          Qual a fonte para gente pesquisar?

          • Li numa revista, se eu não me engano, Tecnologia e Defesa, creio que do início dessa década.

  1. Lembra aquele vídeo dos Su-24 em formação… então…

    Agora sim, uma força de ataque considerável… Não dá pra tirar o Assad do poder sem entrar em conflito direto com a Rússia parece que o jogo virou…

    Ansioso pelo discurso de Putin na ONU…

    • Pois é carcara…
      Até agora, tudo o que temos noticiado tem sido confirmado, e respaldado por imagens.
      Nada de teses mirabolantes.

      Acompanho o amigo. Também estou ansioso pelo discurso de Putin na ONU.

      • Cobertura excepcional!
        Reparou um "nuvem de objetos" ao redor do Su-25? as aeronaves já devem estar sendo preparadas para atacar…

  2. Mais uma da Cavok!
    Parabéns LaMarca e cia
    Aliás, bela força de ataque essa, e ainda podemos prever ataque com os Tu22m3, tu160 e tu95 partindo de bases russas.

  3. Uma perguntinha marota, quem está tirando essas fotos? Algum governo ou uma empresa particular?

    • Stratfor e AllSource na matéria anterior tem uma explicação detalhada.
      Lógico dado a natureza da atividade que elas desenvolvem dá pra se dizer que são testas de ferro de governos…

      • Suspeitei desde o princípio!
        Bem que podiam tirar fotos da área 51, vai que tem algum ET dando sopa lá fora.

  4. A Russia pretende mesmo atacar, quais seriam os primeiros alvos da SKS ?

    • Os Su-24 acho que eles começariam pelos alvos mais óbvios, bases e equipamentos militares capturados pelo estado islâmico nas últimas semanas, depósito de munição e armazéns diversos. Até ataque contra lideranças políticas e militares.
      Já os Su-25 vão certamente auxiliar no trabalho de defesa de território e até mesmo recaptura pelas tropas de Assad, na realidade os "especialistas militares russos" devem estar treinando justamente isto…

        • pensando bem agora a notícia do roubo do su-24 da ucrânia faz sentido…

              • kkkkkkkkkk
                não precisam disso… esses jactos existem em centenas na Rússia…
                Creio que, se for verdade aquela história, os russos iriam explorar o fato dos Ucranianos estarem vendendo equipamento militar no mercado negro, como já ocorreu antes. Isso não seria bom para o moral da tropa. Não consigo enxergar outra justificativa plausível. Mas é apenas um palpite!

                • sinceramente, só consigo ver aquilo da seguinte forma: O piloto dormiu com a mulher do comandante da base, ele ficou puto e arranjou uma desculpa pra prender o cara kkk…

                  Brincadeira a parte seria a situação mais plausível diante da improbabilidade da situação….

          • Talvez os russos apenas tentaram causar uma situação ruim com algum pais europeu e o caça poderia servir para fazer parecer que foi a ucrania.

  5. Pessoal, não adianta colocar fogo onde ainda não se tem lenha. Não sei se vocês notaram as obras que estão sendo feitas na base, e pelo que vi ainda faltam :
    1° – Abrigos para as aeronaves mesmo que sejam hangaretes.
    2° – Construção dos alojamentos para as tropas.
    3° – Finalização dos depósitos de combustível.
    4° – Abrigos para as viaturas fora um pequeno parque de manutenção das mesmas.
    Prestem atenção na foto como um todo, não só as partes destacadas. Pelo que vejo, e volto a repetir é muito cedo para a força russa partir para a iniciativa. Eles estão mostrando um show de competência, pois estão sendo pacientes, em executar todo o planejamento como deve ser feito. fizeram o porto, agora base aérea/base de terrestre, já tem uma linha via mar e agora via ar de logística. Eles estão muito bem organizados. sem pressa. prestem atenção nestes detalhes que podem passar despercebidos. Esta é minha humilde opinião de observador. e mais um detalhe se recapitularem as noticias desde do ano passado incluísse com a presença do cruzador Pedro I em tartus. Mostra que este plano já esta articulado a muito tempo.

  6. Eles não fizeram ataques aéreos desperdiçando milhões de dólares em bombas os misseis, eles fizeram um cronograma o qual estão cumprindo a risca. Sem desespero, por essas razões eu acho que a Rússia deu um show de inteligência, preparação e execução em cima dos europeus e dos americanos. E para arrematar a astucia na ultima hora surge o encontro com Israel para selar um plano que não aja ataques equivocados e mostrado que Israel vai apoia-los. Estão sendo perfeitos os Russos nesta empreitada.

  7. Só um NAe dos EUA possuem mais poder de fogo que tudo isto.
    Repito que se a Russia possuísse um único NAe realmente operacional tudo isto seria desnecessário.

    • Se os Mistrais tivessem sido entregues, já estariam tendo seu teste de fogo…

      • Se os Mistrais tivessem sido entregues, ainda estariam sendo comissionados, e muito distantes de estarem operacionais.

  8. Proud, olhe o todo, não em partes a Rússia não precisa de porta aviões na Síria ela tem uma base e um porto. o que ela esta fazendo, é o que os EUA e a Europa deviam ter feito, em vez de gastar milhões e milhões de dólares em ataques aéreos, ela estabeleceu uma meta, com um cronograma e partes a serem realizadas. Todos ficam impressionados pois vetores russos estão pousando na Síria, mas para quem acompanha o conflito e viu todo o trabalho de preparação que por sinal continua arduamente por parte da Rússia, sabe que não agora ainda que as forças russas atacaram. Na minha humilde opinião, faltam ainda de 1 a 2 meses ainda de preparação para a entrada de vez da rùssia no conflito.

    • Você está esquecendo um detalhe, a Síria não é terreno estranho para a Rússia, alem de ficar do lado tem a base de Tartus, e o governo é aliado da Rússia . Não é a mesma logística atravessar meio mundo sem apoio do governo ou cruzar alguns poucos km de fronteira aberta.

  9. É normal todas essas aeronaves paradas na pista? Parece até que os russos estão expondo as aeronaves.

    • No artigo que publicamos ontem, tem as fotos de toda a Base. Se o amigo olhar com cuidado, verá que não existem muitas opções, além, é claro desse ser o local mais afastado em relação ao perímetro externo das instalações militares, de forma que também existe uma visível preocupação em deixar as aeronaves afastadas do risco de serem eventualmente atacadas com morteiros, e por aí vai.
      http://www.cavok.com.br/blog/russia-amplia-expone

      • além do fato de a base ainda não esta terminada, vemos ainda vários sitos de obras elogo veremos os hangaretes para que as aeronaves fiquem minimamente abrigadas.

    • Pois é, Gio… que coisa, não?
      Podiam creditar a fonte… mas nem isso. E são os profissionais!

      • Eu achei elas em um monte de forum militar internacional. Não é exclusividade de lugar algum.

  10. Bom, essas imagens eu achei em vários forums militares ai pela internet.. não é exclusividade daqui.

  11. Olhando as imagens, ainda bem que conversaram com os israelenses….vai que….

    Na minha opinião os russos demoraram demais para tomar essa decisão, se tivessem feito isso desde o inicio do conflito, provavelmente a situação não teria chegado a esse ponto…

  12. Acho que vocês estão invertendo, não foi Putin que foi a Israel, foi Israel que foi conversar com Putin…

      • Diplomaticamente significa muito. Como por exemplo:
        1. A Russia não está pedindo autorização à Israel;
        2. Israel mostra boa vontade com os Russos e cutuca o governo americano.

        Em diplomacia "ditos" nada dizem, "feitos" dizem o que se desejar.

        • A Rússia vai compartilhar informações e consultar Israel inúmeras vezes.

          O LaMarca já explicou isso aqui.

          Você está ciente de que essa força russa aí (até agora) não é nada para Israel, não está?

  13. A questão mais importante é saber contra quem os russos lutarão.

    Contra o EI seria aparentemente mais lógico, mas para isto precisaria de alguma parceria com as forças ocidentais e árabes. Porém Latakia está relativamente longe dos territórios dominados por este grupo.

    Contra o Exército Livre Sírio (FSA) é pouco provável, pois entraria em atrito com o apoio dado pelos países árabes e pela Turquia (em menor escala pelos americanos), apesar da base em Latákia estar próxima do território dominado por este grupo. Com eles os russos devem promover uma política de cinturão de segurança e 'status quo' na região, para no futuro chamá-los para a mesa de negociação.

    Contra a al-Nusra e afins parece mais provável. A al-Nusra é a organização que mais cresce atualmente. Com a pressão sobre do EI e certa carta branca da coalizão anti-Assad, este aglomerado tem ganho força e terreno. É o grupo que mais ameaça o governo Assad e ninguém quer a al-Qaeda no governo, seja Israel, EUA, Turquia ou mesmo Arábia, Qatar e Jordânia. Apesar de ser provável que ele venha a sentar na mesa de negociação ao final.

    Impossível pensar em paz na Síria sem acerto entre os três grupo, FSA, governo atual (mesmo sem Assad) e al-Nusra (mesmo que com outro nome).

Comments are closed.