A aeronave de caça F3 do Esquadrão 111(F), com a especial pintura de 25 anos na cauda. (Foto: Berry Vissers/Squadron Prints)

Ao chegar próximo da data que a RAF (Royal Air Force) vai retirar de operação as aeronaves Tornado F3, uma das aeronaves (ZE791) foi pintada com a marca de 25 anos de serviços do modelo na Base da RAF de Leuchars, em Fife.

A aeronave foi vista nessa terça-feira durante uma missão de treinamento. O Esquadrão 111(F) será destituído no final do mês de março, com uma parada ocorrendo no dia 22 de março. As aeronaves remanescentes serão levadas para Base da RAF de Leeming onde serão desmontadas para peças e duas aeronaves devem seguir para Boscombe Down, com o Ministério de Defesa, onde serão empregas para fins de testes com a Qinetiq.

Anúncios

16 COMENTÁRIOS

  1. E particulamente acho que a RAF tenha condições de mudar toda a sua frota por

    aeronaves mais modernas e mais atuais essa aposentadoria dos tornados deve

    se relacionada a dar mais enfaze as contratos do typhon ou F-35 ou futuramante

    uma aeronave sem piloto como o MQ-9 Reaper ou Tarantis ,já no Brasil do jeito

    que os governos tratam o seguimento de defesa quando todos no mundo estiverem voando em espaço naves tipo disco voador poderemos ver estampado

    aqui os 100 anos dos decreptos F-5

  2. Caro John,

    Os muitos tornados foram derrubados no Iraque, é verdade. Porém, nenhuma aeronave de ataque penetrava tão fundo quanto este modelo. É válido lembrar que até o F-15 foi derrubado durante os confito no Golfo Pérsico em 1991.

    No caso de ter sido derrubado por um Mig-29, não há vergonha nenhuma nisso, visto que o avião russo é uma formidável máquina (mesmo sendo pilotadas por pilotos iraquianos sem treinamento adequado).

    No caso dos britânicos, o que está determinando a aposentadoria destes aviões está sendo causada por razões orçamentárias. O Reino Unido não possui hoje condições de operar um numero tão grande de aviões. Até mesmo alguns aviões do modelo Typhoon serão retirados do serviço ativo.

  3. Pode estar próximo da aposentadoria, mas ainda sou um grande fã desta máquina!

  4. É muito estranho ver essas relativamente modernas aeronaves Tornado F3 (apenas 25 anos em serviço se comparar com F-16 ou F-15 com mais de 35 anos de serviço efectivo) a serem desactivadas… Será que isto acontece por causa da sua mal viabilidade em conflictos militares, já que em Iraq (1991) foram alguns derrubados por fogo anti-aéreo e até por um Mig-29 sobre o Bagdad (por um missil r-60) e durante a guerra de Kosovo em 1999, quando a força aérea alemã perdeu qutro dos seus Tornados devido ao fogo anti-áereo e lancamentos de manpads Strela-2M e Igla?

    • Caro John from Russia,

      Você poderia nos dizer se a Russia tem estudos sobre a tecnologia dos motores hipersônicos e como andam se existirem???

      • Na Rússia, o desenvolvimento dos motores scramjet (hipersônicos) é efetuado pelo Instituto Central de Desenvolvimento de Motores Aéreos "P.I. Baranov", situado nas cidades de Moscou e Lytkarino. Nos anos 1970, foram iniciados os trabalhos de desenvolvimento do motor scramjet e da laboratoria voadora hipersônica Kholod, baseada na tecnologia do míssil do complexo anti-aéreo S-200, senfo efectuado um teste em vôo, em Casaquistão, à velocidade de M=5,7. Neste momento, o instituto está a realizar trabalhos de pesquisa e desenvolvimento do laboratório voador IGLA Kholod-2.

  5. Boa pergunta John! Mas pode ser que as aeronaves Tornado sejam mais caras ($$) de se operar e menos eficientes que seus sucessores Typhoon.

    Saudações.

  6. Sobre MIG-29 abatendo F-15 no IRAQUE , isso eu não sei ,mas já deixo claro que não seria impossível , mas que um MIG-29 iraquiano abateu um TORNADO da RAF é fato , mas não era um F-3 e sim uma versão de ataque GR.1.

  7. O F-14 era um caça de interceptação e superioridade aérea com asas dotadas de geometria variável muito superior aos TORNADO F-3 , e já saiu de cena no país que o projetou , então no meu ver os TORNADOS F-3 já vão tarde .

    • E tinha mesmo que ser superior, já que o Tornado é derivado de um avião de ataque ao solo. Já o Tomcat fora projetado como intereceptador desde o início (e diga-se de passagem, ainda hoje faria bonito se estivesse na ativa).

      Mesmo inferiores, o bom e velho Tornado é um avião bastante eficiente dentro de seu contexto.

  8. Ok. Depois dessa vou pintar meu carro antes de mandá-lo ao ferro-velho. Pra quê pintar uma aeronave com pintura especial se já vão desativá-la?

Comments are closed.