O novo 777-9 durante apresentação para funcionários da Boeing.

A Boeing tinha programado para ontem (13/03) a apresentação oficial do primeiro e novo 777-9 (777X) na sua unidade em Everett. Devido ao acidente com o Boeing 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines no domingo passado o evento foi adiado. Mas os funcionários da gigante aeroespacial puderam ver de perto a nova aeronave.

Fotos surgiram ontem no Twitter, no perfil do DJ’s Aviation, logo após os funcionários terem acesso ao novo widebody. Algumas imagens foram depois retiradas da rede social.

A nova aeronave, matrícula N779XW, ainda não tem data para ser apresentada oficialmente e aparece na imagem com as pontas das asas dobradas, uma das novidades do novo bimotor.

A primeira aeronave 777-9 de série será entregue para a Lufthansa na metade do ano que vem.

9 COMENTÁRIOS

  1. Li que um dos requisitos fundamentais para o projeto – imposto pela FAA – era de as pontas das asas não poderem ser dobradas em voo em hipótese alguma.

    Quanto a dobrar para pagar menos, creio que não seja isso. O ICAO (Organização Internacional da Aviação Civil) estabele categorias para aeródromos. 747-8 e A380 são da categoria 4F (na verdade a letra é que tem a ver com a envergadura) (F:65 m but < 80 m) O 777-9 tem 71,8 m desdobrada e 64,8 m com as pontas das asas dobradas (não são winglets ou sharklets porque em hipótese alguma estarão dobradas em voo). Sendo assim, ele cai na categoria 4E(52, m but < 65 m) – B777 Series/B787 Series/A330 Family, podendo operar em um número muito maior de aeroportos. Pode até ter taxas aeroportuárias menor (eu não sei).

    Vejam o link: https://www.skybrary.aero/index.php/ICAO_Aerodrom